Brasília Amapá |
Manaus

Nikolas Ferreira instiga cristãos a tomarem os espaços na Cultura: “Se Lula caísse hoje, a Globo iria parar de mentir?”; veja vídeo

Compartilhe
Nikolas Ferreira instiga cristãos a tomarem os espaços na Cultura: "Se Lula caísse hoje, a Globo iria parar de mentir?"

Brasil – Durante a palestra “O Cristão e A Política” realizada no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques nesta manhã de sábado (23/3) em Manaus, o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) proferiu palavras que ecoaram na mente dos presentes, estimulando uma reflexão profunda sobre o papel dos conservadores e cristãos no Brasil. A palestra é baseada no Livro “O Cristão e a Política”, também de autoria de Nikolas Ferreira.

Ferreira enfatizou a importância de conservadores e cristãos ocuparem nichos na sociedade para promoverem uma mudança efetiva na cultura. Ele ressaltou que é necessário voltar a se mobilizar sobre temas morais e não depender exclusivamente de políticos. As reflexões do jovem deputado Federal são muito inspiradas, além de cristãos como St. Thomás de Aquino, também nas reflexões do filósofo Olavo de Carvalho, que dedicou a maior parte da sua sua coletânea “O Imbecil Coletivo” para destacar a importância da Cultura como mecanismo usado pela esquerda para emburrecer e manipular a população em prol de suas agendas políticas e de poder.

Confira a transcrição de um trecho da palestra: “Você percebeu que a gente deixou de fazer manifestações em prol de pautas morais? A gente só foi pra rua por conta de temas estritamente políticos e político. Nós deixamos de ir pras ruas pra defesa, por exemplo, da vida desde a concepção. Nós deixamos de ir para a rua para poder defender a vida do policial. Nós deixamos de nos mobilizar em prol da causa da liberdade de expressão e, principalmente, da liberdade religiosa. Nós esquecemos da inocência das nossas crianças e lutar contra, por exemplo, o abuso infantil. Nós deixamos isso de lado. Afinal de contas, nós terceirizamos tudo para uma única pessoa e para um único governo. E isso fez com que nós ficássemos desconfortáveis. Acabou as eleições e o que eu mais ouvi foi, Nicolás, há esperança?Eu falei, é claro que tem esperança. A minha esperança ela veio há dois mil anos atrás, morreu, ressuscitou e um dia nós vamos encontrar com ele – Jesus Cristo. Ponto, essa é a minha esperança. Agora, o que você quer dizer com esperança? De que se o Lula cair hoje, O professor da sala da sua filha vira de direita? Por que não? Se o Lula caísse hoje, a Globo passa a noticiar a verdade? Por que não? Afinal de contas, o governo de esquerda caiu. Por que não? Porque existe todo um maquinário, muito além da política, que se chama “Cultura”, que tem feito com que as pessoas mudem os seus corações e suas mentes. O que eu percebi durante as eleições? Nós estávamos querendo mudanças repentinas em um sistema completamente complexo. A gente tem que mudar essa estrutura. Nicolas, aqui no Brasil só funciona na porrada. Posso falar algo? Se é dessa forma, daqui a 10 anos a esquerda volta ao poder, mais forte, e a gente ainda fica sem entender o que que aconteceu. Sabe o que acontece? É de que muitas das vezes nós subestimamos o nosso inimigo”.

Veja vídeo:


Siga-nos no Google News Portal CM7