Manaus 29º
quarta-feira - 22 de dezembro de 2021

Chefe de gabinete do governador do Acre é presa na segunda fase da Operação Ptolomeu

Compartilhe

Brasil – A Polícia Federal (PF) prendeu preventivamente nesta quarta-feira, 22, Rosângela Gama, chefe de gabinete do governador do Acre, Gladson Cameli (Progressistas). A determinação é do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Rosângela foi detida no âmbito da Operação Ptolomeu, que investiga esquema de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo a cúpula do Poder Executivo. Agora, agentes cumprem cinco mandados de busca e apreensão em Rio Branco.

Os agentes informaram ter identificado um conluio entre servidores públicos, que tentaram obstruir os trabalhos da Ptolmomeu e destruir provas depois do início da ação da Justiça contra a esfera estadual.
Conforme noticiou Oeste na semana passada, a PF cumpriu ordens judiciais em endereços ligados a integrantes do governo estadual, além do apartamento do governador Cameli.
Na 1ª fase, foram cumpridos 41 mandados judiciais.
A PF apreendeu mais de R$ 3,4 milhões entre dinheiro e bens de investigados: seis veículos, estimados em R$ 1,7 milhão; R$ 600 mil em espécie, entre dólares, euros e reais; 33 relógios e 10 joias de alto valor, totalizando mais de R$ 1 milhão; além de cerca de R$ 139 mil em celulares apreendidos.
Segundo a investigação da PF do Acre, o grupo, formado por empresários e por agentes públicos ligados à gestão estadual, aparelhou a estrutura do governo para cometer crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, desviando recursos públicos e ocultando a destinação dos valores.

 

Vitória Supermercados