Brasília Amapá |
Manaus

Braga deve sofrer nova derrota na tentativa de puxar o tapete de Wilson Lima

Compartilhe

Amazonas – Nessa segunda-feira (12) três magistrados do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) expressaram sua posição em relação às declarações de embargo feitas pelo senador Eduardo Braga (MDB) contra o governador Wilson Lima (UB) em relação à campanha eleitoral de 2022, na qual o candidato do MDB foi derrotado.

A ação de número 0602276-66.2022.6.04.0000 busca impugnar a candidatura de Wilson Lima devido ao suposto uso da estrutura das Forças de Segurança do Estado do Amazonas. A defesa de Braga afirma uso de pessoal e viaturas do Governo em propagandas veiculadas na televisão e nas redes sociais durante o período da campanha eleitoral do governador reeleito.

Como votaram os desembargadores

Carla Reis, desembargadora e relatora do caso, emitiu um voto contrário, sendo acompanhada pelos desembargadores Fabrício Marques e Marcelo Pires.

O desembargador Kon Wang solicitou a revisão dos autos processuais e se comprometeu a cumprir o prazo regimental.

Na retomada do julgamento, devem votar os demais membros da Corte Eleitoral: Kon Tsi Wang, Marcelo Soares e Victor Liuzzi. O presidente do TRE-AM, desembargador Jorge Lins, possui o poder de desempate.

Siga-nos no Google News Portal CM7