Brasília Amapá |
Manaus

Alvo de bullying, filha de Bolsonaro terá que mudar de escola

Compartilhe
Alvo de bullying, filha de Bolsonaro terá que mudar de escola

Brasil – O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle estão buscando uma nova escola para matricular a filha dos dois, Laura, de 11 anos, em Brasília. Segundo o colunista Lauro Jardim, de O Globo, a mudança vai acontecer porque a garota estava sofrendo bullying e ofensas de uma colega no Colégio Militar.

Laura deve deixar o Colégio Militar e estudar agora em uma instituição privada, que ainda não foi definida.

Laura entrou no Colégio Militar de Brasília sem passar pelo processo seletivo, a pedido de Bolsonaro. A decisão foi tomada pelo comandante do Exército em “caráter excepcional”, em 2021.

Na época, o Exército afirmou que que o regulamento “faculta ao Comandante do Exército apreciar casos considerados especiais, ouvido o Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), conforme justificativa apresentada pelo eventual interessado”.

A menina é a única filha do casal. Bolsonaro ainda é pai de Flávio, Eduardo, Carlos e Jair Renan, de dois relacionamentos anteriores. Michelle também tem uma filha de outra relação, Letícia, de 20 anos.


Siga-nos no Google News Portal CM7