Brasília Amapá |
Manaus

“Você é a ovelha negra da família”, disse homem antes de estupr4r a própria irmã em Manaus; veja vídeo

Compartilhe
"Você é a ovelha negra da família", disse homem antes de estupr4r a própria irmã no Jorge Teixeira; veja vídeo

Amazonas – A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriu o mandado de prisão preventiva de um homem de 23 anos que estuprou a sua própria irmã, de apenas 17 anos. A prisão ocorreu na rua Ivailândia, no bairro Coroado, também na zona leste da cidade. O crime ocorreu no dia 11 de agosto deste ano, por volta das 20h, quando o agressor invadiu sua residência, a agrediu e cometeu o estupro. O ataque foi precedido por agressões físicas e verbais, deixando a jovem traumatizada.

Segundo a delegada Joyce Coelho, titular da especializada, o infrator não aceitava o nascimento da jovem, e descontava sua raiva desse modo: “Ele obrigou a jovem a se ajoelhar no chão e também obrigou ela a dizer, “Eu sou a ovelha negra da família”, e depois cometeu o crime”, disse a delegada. A mulher também havia acabado de dar à luz e estava se recuperando do parto.

Veja vídeo:

Na ocasião, a jovem estava no delicado período de pós-parto, cuidando de sua filha recém-nascida, quando o estupro aconteceu. Ela se encontrava sozinha em casa naquele momento, o qual ele se aproveitou que o companheiro da vítima teria saído de casa, foi quando ele pulou o muro da residência e invadiu o local, onde a vítima se encontrava vulnerável e cometeu o crime.

Em depoimento a vítima revelou que o abuso sexual começou quando ela tinha apenas cinco anos e continuou até os 12 anos de idade. Esse período de abuso prolongado torna o caso ainda mais trágico.

Ainda conforme a delegada, um dos crimes na época foi identificado pelo pai deles, que na época apenas expulsou o infrator de casa.

Após a prisão o homem foi encaminhado para a sede da especializada. Após os procedimentos cabíveis. Ele responderá por estupro e permanecerá sob custódia, à disposição da Justiça.


Siga-nos no Google News Portal CM7