Brasília Amapá |
Manaus

Parte de oss4da hum4na na Ponta Negra pode ser de Servidor falecido; veja

Compartilhe
Parte de oss4da hum4na na Ponta Negra podem ser de Servidor da Seminf; veja

Manaus – Banhistas na Praia da Ponta Negra em Manaus fizeram uma descoberta chocante nesta quarta-feira (27) ao encontrarem partes de uma ossada humana. O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) foi acionado imediatamente para investigar o achado macabro.

As circunstâncias do descobrimento e a identidade da pessoa à qual os restos mortais pertencem ainda são desconhecidas. As partes da ossada foram recolhidas pela equipe do CBMAM e encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) para análise e identificação.

O caso agora está sob a jurisdição da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que iniciará uma investigação minuciosa para determinar as circunstâncias da morte e a identificação da vítima.

Este incidente ocorre apenas cinco dias após outra ossada ter sido encontrada na mesma região da Praia da Ponta Negra. Essa ossada foi posteriormente confirmada como pertencente a Lucas Vieira Benfica Alves, um servidor da Secretaria Municipal de Infraestrutura de Manaus (Seminf), de 27 anos. A confirmação veio da família da vítima e da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Ossos podem ser de servidor

As partes podem fazer parte de uma ossada encontrada na última sexta-feira (22), que era do servidor da Secretaria Municipal de Infraestrutura de Manaus(Seminf) Lucas Vieira Benfica Alves, que tinha 27 anos. A informação foi confirmada pela família dele e pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

O relatório diário do Instituto Médico Legal (IML). Na planilha, é possível constatar que às 19h de sexta-feira (22), o Instituto Médico Legal (IML) deu entrada aos restos mortais encontrados na Ponta Negra.

De acordo com a planilha, a ossada é do sexo masculino e pertence a um homem de 27 anos. Em nota, a SSP-AM afirmou que exames feitos no IML confirmaram que a ossada é Lucas Vieira Benfica Alves.

“A SSP-AM informa, ainda, que tão logo a ossada deu entrada na unidade, a equipe composta por uma dentista, um médico e auxiliares de necropsia atuaram em conjunto na análise antropológica, realizando assim, a identificação da vítima, ainda durante a madrugada deste sábado ( 23/09), por meio das arcadas dentárias”, diz a notaa.

Após a identificação, o IML liberou os restos mortais aos familiares, que tinham sido pré-atendidos pelo serviço psicossocial da unidade.

Conforme o relatório do IML, a causa da morte ainda é desconhecida.


Siga-nos no Google News Portal CM7