Manaus 32º
segunda-feira - 26 de setembro de 2022

“O perigo das redes sociais”: terrorista na Bahia é amigo de jovem que planejou massacre em escola no Espírito Santo

Compartilhe
"O perigo das redes sociais": terrorista na Bahia é amigo de jovem que planejou massacre em escola no Espírito Santo

Brasil – O jovem de 14 que matou uma cadeirante após realizar um atentado em escola na segunda-feira (25) na escola cívico-militar Eurides Sant’anna, em Barreiras, na Bacia do Rio Grande, extremo oeste da Bahia, revelou que era amigo e planejou atentado com o jovem Henrique Lira Trad, de 18 anos, responsável por ter invadido uma escola de Jardim da Penha, em Vitória, e quase ter realizado um massacre.

Planejavam massacre juntos

Em escritos divulgados nas redes sociais, o criminoso da Bahia admitiu que tinha ligações diretas com Henrique Lira, e que se adotou pensamento extremista por influência do colega mais velho nas redes sociais. No manifesto publicado por “Hannya_88”, nome adotado no Twitter, o adolescente recelou que Trad ainda tentou desencorajá-lo,  mas o rapaz ainda continuou com o plano.

“Acabou que descobrimos que também tínhamos tendências iguais, e que estávamos planejando a mesma coisa, a partir dali, uma dupla épica acabara de se formar. Ele me desencorajou de fazer o que queria, disse que eu tinha de viver mais pois era novo, mas eu não levei suas vontades em conta, faria aquilo independentemente de qualquer coisa. Continuamos conversando por um ano, até que ele decidiu pôr seu plano em prática, e falhou, falhou ao ponto de virar chacota. Não consigo descrever como foi minha decepção, e ela cresceu ainda mais quando o vi ser reduzido a só mais um doente qualquer. Entretanto, sua falha me deu frutos, enxerguei que, para ter sucesso em meus objetivos, precisaria elaborar bem mais meus planos. Este homem de quem estou falando, é Henrique Lira Trad, e ressalto que não foi ele que me fez cometer um ato santo, eu, e mais ninguém, decidi que seria uma ideia conveniente”.

Prisão

Henrique foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio em Vitória. Ele também passou por uma audiência de custódia e em seguida foi encaminhado para o hospital psiquiátrico HEAC, em Cariacica. A Sejus informou que ele passou por uma consulta e foi encaminhado para a unidade prisional em Viana.

 

Leia também: Terrorista que fez atentado em escola na Bahia se dizia “ser iluminado” e que planejou “ato” nas redes sociais



Vitória Supermercados