Manaus 32º
quinta-feira - 2 de abril de 2020

SENAI Amazonas cria respirador para pacientes infectados por coronavírus

Compartilhe

 

 

Manaus – A atual crise enfrentada com a pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, levou o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Amazonas) a desenvolver um protótipo de respirador pneumático, como alternativa para os modelos utilizados nos hospitais com necessidade de expandir esses equipamentos para atendimento à população. O anúncio foi feito hoje (31) pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas e presidente do Conselho Regional do SENAI Amazonas, Antonio Silva.

Trabalham no protótipo do SENAI Amazonas técnicos e instrutores da área de Mecatrônica da Escola SENAI Antônio Simões. No domingo último (29), o protótipo foi apresentado ao diretor-presidente da Samel, Luís Alberto Nicolau, e sua equipe médica, e também aos técnicos do Instituto Transire de Tecnologia e Biotecnologia da Amazônia.

O objetivo do encontro foi, além de demonstrar o estágio de desenvolvimento do equipamento, trocar informações com profissionais da área médica da rede hospitalar e técnicos da Instituto Transire, que contribuíram com sugestões e com sua experiência no funcionamento dos respiradores em uso nos hospitais.

“SENAI Amazonas, Samel e Instituto Transire vão trabalhar juntos para tornar o protótipo totalmente funcional no menor espaço de tempo possível para que, em caso de necessidade, seja possível apoiar os profissionais de saúde e hospitais de Estado do Amazonas com o fornecimento de respiradores, vitais aos pacientes graves atingidos pelo novo coronavírus”, disse Antonio Silva.

Hoje, o diretor regional do SENAI, Rogério Pereira, e equipe, apresentaram o projeto também ao secretário de Estado de Saúde do Amazonas, Rodrigo Tobias de Sousa Lima, que destacou a iniciativa e declarou ser importante que todas as instituições somem esforços nessa batalha contra o vírus.

Protótipo – O respirador pneumático, com um sistema de válvulas, possui entradas para oxigênio, e pode trabalhar de forma não invasiva (com máscara) ou invasiva (com uso de tubo respirador) e pode ser uma alternativa ao respirador convencionai, caso haja escassez destes equipamentos no sistema de saúde

Vitória Supermercados