Brasília Amapá |
Manaus

Sindicato dos Jornalistas do Amazonas quer empurrar selo ‘fanta’ para empresas de comunicação

Compartilhe
Sindicato dos Jornalistas do Amazonas quer empurrar selo 'fanta' para empresas de comunicação

Manaus – O presidente do Sindicato de Jornalistas do Amazonas, Wilson Reis, realizou hoje (17/02) reunião para definir data de lançamento do Selo de Jornalismo Profissional. Reis tem criado um ambiente para pressionar, por meio da esfera pública, empresas de comunicação a aderirem o selo do sindicato para separar a produção escrita por jornalistas de não jornalistas em portais de notícias e blogs informativos. Outras finalidades paralelas do tal selo “FANTA”, seriam o suposto combate a informações falsas e também o condicionamento para absorção e filtro de mais jornalistas diplomados no mercado.

Zona cinzenta 

A abrangência da finalidade do selo abre uma “zona cinzenta” que pode ocasionar o boicote da autonomia de mercado e liberdade de expressão, eliminação de linhas editoriais, como a abordagem e tratamento de informações factuais no debate público e também a possibilidade de imposição da obrigatoriedade da partilha de verba de publicidade por parte da Prefeitura e do Governo do Estado para aqueles que adotem o selo, o que geraria um novo vício entre a relação Imprensa-Estado.

Manifestação

Diante desse cenário, a possibilidade de imposição do selo não tem sido tolerada por jornalistas e empresários do rumo da comunicação no Estado.

O presidente da Associação de Blogs, Portais, Sites e Profissionais da Imprensa do Estado do Amazonas (ASBPIAM), Marcelo Generoso, posicionou-se contra a adoção do selo caso sua finalidade seja corrompida. Confira na íntegra:

“Como Presidente da Associação de Blogs, Portais, Sites e Profissionais da Imprensa do Estado do Amazonas, vejo com bons olhos a iniciativa do lançamento do selo criado pelo Sindicato dos Jornalistas do Amazonas, acredito que exista uma preocupação com o surgimento de sites clandestinos e, a contratação de jornalistas diplomados porém, sou terminantemente contra a imposição sobre a prefeitura de Manaus e governo do Amazonas, no que tange a partilha de verba de publicidade, é inconstitucional e com todo respeito, não será um selo que dirá que aquele blog ou aquele portal publica matérias inverídicas”, salienta Generoso.

Não evita Fake News

Generoso destaca também que o selo “fanta” nada impede a desinformação e o engano que também podem ser cometidos por jornalistas profissionais, que possuem até mais expertise para criar narrativas falsas por dominarem instrumentais da comunicação e com a aparência de imparcialidade.

“Eu mesmo já li várias notícias mentirosas em sites e revistas com esse “selo de qualidade”. Posso até aderir o selo desde que não pague por ele e não seja obrigado a convencer minhas quatro jornalistas a se sindicalizarem. Vivemos uma democracia e uma ditadura empresarial não será aceita por mim e meus colegas empresários. Somos nós, os empresários que não são jornalistas que empregamos essa classe, não são as emissoras de TV nem as emissoras de rádio, somos nós os empresários”, destaca o presidente da ASBPIAM.

 


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7