Brasília Amapá |
Manaus

Escândalo: Prefeita e filha envolvidas em suposto esquema de contratos milionários em Beruri

Compartilhe

Amazonas – Uma investigação exclusiva do portal e TV CM7 Brasil revela um possivel escândalo financeiro que pode abalar a gestão da prefeita Maria Lucir Santos de Oliveira, na cidade de Beruri, interior do Amazonas.

A denúncia levanta questionamentos sobre o gasto de mais de R$ 2,5 milhões em materiais de informática, periféricos, toners e cartuchos, suscitando suspeitas de favorecimento em contratos e possível uso inadequado de recursos públicos.

A licitação, publicada no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas em 11 de dezembro de 2023, apresenta valores exorbitantes e quantidades questionáveis de produtos, levantando dúvidas sobre os preços praticados por algumas empresas vencedoras.

  • A empresa A. F. B FILHO arrematou R$ 1.245.490,00 em HDs, mouses, teclados, tintas para impressoras e TONNER BROTHER.
  • A E A COMERCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA conquistou um contrato de R$ 363.750,00 em tintas para impressoras e 100 TONNER BROTHER.
  • A RC BARROSO DA SILVA assegurou R$ 446.760,00 em tintas para impressoras e TONNER.
  • JOSE EDINALDO DOS SANTOS DE OLIVEIRA – ME obteve R$ 537.661,20 em kit cilindro, TONNER, entre outros.

Vínculos Suspeitos e Históricos Duvidosos

A empresa RC BARROSO DA SILVA já foi investigada pelo Ministério Público do Amazonas por irregularidades em contratos com a prefeitura.

O proprietário tem laços familiares com ex-subsecretário de educação e secretário do gabinete da prefeita, levantando dúvidas sobre imparcialidade.

A.F.B FILHO, comandada por Antonio Fernandes Bezerra Filho, ex-vereador e chefe de gabinete da prefeita, é frequentemente vencedora de licitações municipais.

A denúncia sugere uma possível responsabilidade direta da prefeita Maria Lucir Santos de Oliveira e de sua filha, a secretária de finanças Raniele Oliveira, nos supostos favorecimentos milionários a empresas aliadas.

Insinuações nos bastidores indicam que Raniele Oliveira pode estar comandando a prefeitura, emitindo ordens para pagamentos e decisões estratégicas.

As empresas em questão estão presentes em praticamente todas as licitações desde 2020, acumulando contratos milionários.

Isso levanta questionamentos sobre a lisura dos processos licitatórios e possível enriquecimento ilícito.

A população de Beruri está indignada com a discrepância entre gastos exorbitantes em informática e a precariedade da saúde e educação.

Diante das graves suspeitas, é imperativo que o Ministério Público Estadual inicie uma investigação urgente para apurar possíveis irregularidades e punir os responsáveis.

A população de Beruri tem o direito de saber se os recursos públicos estão sendo utilizados de forma correta e transparente.

Esta denúncia lança luz sobre uma situação alarmante, demandando a devida atenção das autoridades e ação imediata para garantir a integridade dos recursos públicos e a confiança da população.

Veja documentos 


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7