Manaus 35º
sexta-feira - 5 de agosto de 2022

Eduardo Braga perde mais uma ação contra Portal CM7 Brasil e já pode ‘pedir música no Fantástico’

Compartilhe

Amazonas – A Justiça do Eleitoral do Amazonas segue firme contra a censura de informações de interesse público, assegurando a liberdade de expressão e imprensa. Em mais uma ação movida pelo senador Eduardo Braga em um curto período de tempo que tenta censurar as informações divulgadas pelo Portal CM7 Brasil, já é a terceira derrota que Braga acumula na justiça.

Desta vez, o senador e agora candidato ao Governo do Estado do Amazonas, perdeu mais um processo ao qual seu partido, o MDB, moveu contra o Portal e TV CM7 no âmbito do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas por noticiar a repercussão das falas de Lula sobre as obras de infraestrutura no Amazonas realizadas durante a gestão de Eduardo Braga, que foram alvo de investigação após evidências de superfaturamento.

Diante dos fatos defendidos pelo Escritório do Dr. João Bosco Lopes Maia Júnior (OAB/AM 8107), Dr. Kelvin Cavalcanti e Dr. Lucas Botero, considerados uns dos melhores escritórios especializado em direito eleitoral, o Ministério Público do Amazonas (MP-AM) opinou pela improcedência da representação, ao argumento de que os fatos não são sabidamente inverídicos, nem ofensivos à honra do candidato. Em virtude disso, o Desembargador Eleitoral Márcio André Lopes Cavalcante, um dos maiores juristas do país, julgou improcedentes a ação movida por Braga.

Ou seja, mais uma vez a Justiça Eleitoral do Amazonas mostrou que jamais acatará qualquer tipo de censura na propagação de informações que dá o direito à sociedade de saber quais obras foram preservadas a responsabilidade com o patrimônio público, bem como o registro de em qual gestão tais evidências surgiram.

Diante da decisão favorável ao veículo de comunicação, o Ministério Público Eleitoral afirmou que os fatos noticiados na matéria: “TBT da Corrupção: “Vocês tão lembrados?”, pergunta Lula sobre obras superfaturas na gestão de Eduardo Braga”, estão contextualizadas com as falas de Luís Inácio Lula da Silva, que difundiu vídeo no qual enumera diversas obras realizadas no Estado do Amazonas, atribuindo-as à sua gestão e à gestão do pré-candidato Eduardo Braga.

Diante de mais esta derrota, internautas estão na expectativa de que o senador se manifeste e escolha “música no Fantástico”, visto que já é a terceira derrota que acumula.

Leia também: MP eleitoral julga improcedente ação movida por Braga contra Portal CM7 que noticiou desvio milionário em sua gestão

Eduardo Braga perde mais uma na justiça para o Portal CM7 que noticiou desvio de mais de 6 milhões ‘na lenda do monotrilho’

Vitória Supermercados