Brasília Amapá |
Manaus

Caso Flávio: durante depoimento Alejandro e Paola Valeiko ficam em silêncio 

Compartilhe

Manaus (AM) – Nesta segunda-feira (25) a audiência de instrução do Caso Flávio foi concluídos por volta das 15h45. Sete pessoas foram ouvidas, incluindo quatro réus. Apenas um réu não foi interrogado.
O processo trata do homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, ocorrido em 2019, em um condomínio de luxo de Manaus.

Na retomada da audiência, foi realizada a oitiva de três testemunhas de defesa, pela manhã, e também iniciado o interrogatório dos réus. Dos cinco acusados, quatro foram interrogados nesta segunda. Os trabalhos prosseguem nesta terça-feira (26), com o último réu, a partir das 9h.

O processo tem como réus José Edvandro Martins de Souza Júnior; Mayc Vinícius Teixeira Parede; Alejandro Molina Valeiko; Paola Valeiko e Elizeu da Paz de Souza – os dois últimos não estavam presentes nesta segunda-feira, embora ambos tenham acompanhado as oitivas das testemunhas por videoconferência.
Após depoimento de três testemunhas de defesa, começou a fase de interrogatórios dos réus, no fim da manhã. Paola Valeiko, foi a primeira a ser interrogada, através de videoconferência, entretanto, por orientação do seu advogado, manteve-se em silêncio.

Houve um intervalo para o almoço e a audiência foi reiniciada com o interrogatório do réu José Edvandro Martins de Souza Júnior.
Na sequência, Alejandro Molina Valeiko foi interrogado. Orientado pelo seu advogado, ele não respondeu às perguntas e o interrogatório foi encerrado.
O réu Mayc Parede foi o último a ser interrogado na audiência. Com ele, o juiz finalizou os trabalhos desta segunda-feira.

 


Siga-nos no Google News Portal CM7