Brasília Amapá |
Manaus

Carlinhos Bessa, Débora Menezes e Mayara Pinheiro faltam 1ª sessão da ALEAM após recesso parlamentar

Compartilhe
Carlinhos Bessa, Débora Menezes e Mayara Pinheiro faltam 1ª sessão da ALEAM após recesso parlamentar

Amazonas – A retomada das atividades parlamentares na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) após o recesso foi marcada por ausências de três deputados estaduais na sessão dessa terça-feira (1º). Carlinhos Bessa (PV), Débora Menezes (PL) e Mayara Pinheiro (Republicanos) não compareceram à 66ª Sessão Ordinária da 1ª Sessão Legislativa da 20ª Legislatura.

Segundo dados do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL), dos 24 deputados estaduais, apenas 21 estiveram presentes na sessão de retorno do recesso parlamentar, que começou no último 14 de julho.

As reuniões ordinárias na Aleam ocorrem exclusivamente nas terças, quartas e quintas-feiras, no plenário Ruy Araújo, e são momentos cruciais para deliberações e debates sobre questões relevantes para o estado do Amazonas.

Vale ressaltar que os deputados estaduais têm um salário mensal de R$ 25.322,25, sendo sua presença nas sessões uma obrigação de representação dos interesses da população que os elegeu.

A deputada Mayara Pinheiro, que obteve o maior número de faltas no primeiro semestre deste ano, acumulou 21 ausências nas sessões da Aleam. Antes mesmo do recesso, ela já havia faltado às sessões plenárias dos dias 10, 11 e 12 de julho, sendo a única parlamentar ausente no dia 10.

A assessoria da deputada Mayara informou que a ausência na última sessão foi justificada por problemas de saúde, mas não forneceu detalhes adicionais sobre o caso.

Já Débora Menezes registrou 12 faltas no primeiro semestre, sendo que duas delas ocorreram em março deste ano, quando ela faltou ao trabalho na Aleam para recepcionar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que havia retornado ao Brasil após três meses nos Estados Unidos.

A ausência dos deputados em sessões legislativas sempre levanta questionamentos sobre a responsabilidade e o comprometimento dos parlamentares com suas atribuições no poder legislativo estadual. Resta aguardar as justificativas oficiais e acompanhar os desdobramentos dessa situação.


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7