Manaus 32º
quarta-feira - 24 de junho de 2020

Secretária de Saúde visita Instituto da Mulher Dona Lindu

Compartilhe

Amazonas – Seguindo agenda de visita às unidades de saúde da capital, a titular da Secretaria de Estado de Saúde, Simone Papaiz, visitou na tarde de ontem (23), o Instituto da Mulher Dona Lindu. Durante a visita, a secretária pôde conhecer a estrutura que neste mês de junho está completando dez anos de fundação.

 

O Instituto da Mulher atende nas especialidades de ginecologia, obstetrícia, mastologia, neonatologia, suporte psicológico, serviço social, Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS) e abortamento legal.

 

A unidade realiza, em média, 2 mil atendimentos por mês. De acordo com os números de 2019, foram mais de 24 mil consultas ginecológicas, mais de 15 mil consultas obstétricas, 5 mil partos normais, 4 mil cesarianas e 2 mil atendimentos a mulheres vítimas de violência sexual. 

 

Acompanhada do secretário executivo adjunto de Assistência Especializada da Capital, Thales Schincariol; da secretária executiva do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Kathelen Santos; do diretor da unidade, José Mauro de Souza Miralha; e de técnicos da Susam, a secretária percorreu os corredores da unidade, onde verificou o trabalho realizado e conversou com profissionais e pacientes.

 

Visitas – Simone Papaiz destacou que a ideia das visitas às unidades é conversar com aqueles que estão na ponta do serviço público. Ela também explicou que a Susam está preparando um plano de reestruturação de hospitais e institutos.

 

A secretária considerou satisfatório o trabalho que vem sendo realizado pela atual gestão da unidade e falou sobre a importância do Instituto da Mulher para a rede de saúde pública do Estado.

 

O Instituto da Mulher Dona Lindu retomou, na última segunda-feira (22), os atendimentos ambulatoriais de mastologia, com a reorganização das agendas de demandas e posteriormente a chamada das pacientes que tinham consultas agendadas e que haviam sido adiadas com a pandemia do novo coronavírus.

 

Fonte: Secom

Vitória Supermercados