Brasília Amapá |
Manaus

Mesmo com medidas do Governo Federal, gigantes montadoras de carros vão parar: “HB20 já não está mais sendo produzido”

Compartilhe
Mesmo com medidas do Governo Federal, gigantes montadoras de carros vão parar: ”HB20 já não está mais sendo produzido”

Brasil – Apesar da iniciativa do governo federal de fomentar a redução no preço dos automóveis no Brasil para tentar conter a paralisação na fabricação de veículos, três montadoras devem suspender a produção nas próximas semanas. Segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo, essas empresas seriam a Renault, a Hyundai e a General Motors (GM).

De acordo com o jornal, a decisão das montadoras foi tomada após elas anteciparem a produção no mês passado diante da possibilidade de que o governo fosse patrocinar descontos. O setor teria começado junho com 251,7 mil veículos nos pátios das fábricas e concessionárias, bem acima dos estimados 100 mil a 110 mil carros atendidos pelo bônus de R$ 2 mil a R$ 8 mil anunciado pelo governo.

Nesta terça-feira (6), a Hyundai já interrompeu a produção do HB20 em Piracicaba, no interior de São Paulo. Todos os turnos de trabalho, além de departamentos administrativos, tiveram as atividades suspensas por três dias e, em razão do feriado de Corpus Christi, os trabalhos só retornarão na próxima segunda (12).

A Renault, por sua vez, vai parar durante toda a semana que vem a produção de carros de passeio em São José dos Pinhais, no Paraná, apesar de o preço da versão de entrada do compacto Kwid, um dos modelos produzidos na fábrica, ter caído para R$ 58.990 depois do desconto de R$ 10 mil anunciado pela marca.

Depois desse período, a empresa promoverá, a partir do dia 3 de julho, a suspensão de contratos. A montadora reduzirá de dois para um turno a produção de carros em sua fábrica. Ao todo, mil trabalhadores serão afetados com afastamentos que podem durar de dois a três meses. A partir do dia 10 de julho, a medida incluirá o pessoal das linhas de motores e injeção de alumínio.

Quem também vai parar será a fábrica da GM em Gravataí, no Rio Grande do Sul, que é responsável pela produção do Onix, o carro mais popular do país. No local, a empresa vai interromper a fabricação de veículos por dez dias a partir de 12 de junho.

Já em São José dos Campos, em São Paulo, a GM paralisará as linhas nas próximas duas semanas. Neste caso, porém, os modelos produzidos no local, que são a picape S10 e o utilitário esportivo Trailblazer, custam acima de R$ 120 mil e não fazem parte do bônus concedido pelo governo.


Siga-nos no Google News Portal CM7