Brasília Amapá |
Manaus

Treta em Caapiranga: ‘amigos do Chicória’ acusam prefeito Tico Braz de ser “corn0” e o ameaç4m com fac4; veja vídeos

Compartilhe
Treta em Caapiranga: 'amigos do Chocória' acusam prefeito Tico Braz de ser "corn0" e o ameaç4m com fac4; veja vídeos

Amazonas – O clima na cidade de Caapiranga, interior do Amazonas, está fervendo após uma série de áudios perturbadores vazarem em grupos de WhatsApp. Amigos próximos de Chicória, pré-candidato à prefeitura da cidade, fizeram acusações graves contra o prefeito Tico Braz e seu irmão Matulinho Braz, pré-candidato. As mensagens, repletas de difamações e ameaças, colocaram ainda mais lenha na fogueira.

No áudio, Jaja (Jaison Nered Ramiro) e Jean Bastos Guedes atacam Tico Braz com palavras ofensivas, acusando-o de ter uma esposa infiel e sugerindo que sua esposa estaria o traindo com um amigo. As ameaças não param por aí: os autores das mensagens ainda fazem menção a atos violentos, prometendo resolver a situação “na faca ou na bala”.

O fanatismo exacerbado de Jaja nas redes sociais, especialmente em grupos de WhatsApp, é evidente, ultrapassando os limites da liberdade de expressão e adotando um comportamento odioso e prejudicial. Veja vídeos:

Em meio às acusações e ameaças, áudios chocante revela a intensidade do conflito: “Esse Tico Braz é um corn*, essa filha da put*. Viad*! Vou comer o c* dele e de quem puxar o sac*. F*da-se esse filho da put*. Esse Tico Braz ai, é um corn*. A mulher dele tá botando chifre nesse momento e o Matulinho também, esse filho da put*. O Meu amigo comeu a mulher dele, fala ai irmão!”. Essas palavras são seguidas por outras ameaças explícitas, elevando ainda mais a tensão na cidade.

Depois, ambos ainda debocham, dizendo que não se arrependem dos xingamentos e ameaças e pedem pra processar mesmo. “É nós. Bota pra cima, fdp. Me processa. Bota pra cima, que eu vou enrab*r a mulher dele e o c* dele. VSF, olha facada ai e a mão na bala”.

Em um ano eleitoral conturbado e com o pré-candidato Chocória enfrentando uma posição desfavorável nas pesquisas, especula-se que tais atitudes possam estar sendo instigadas como estratégia para prejudicar o favorito, Matulinho Braz.

O vídeo chocante está circulando amplamente nas redes sociais, gerando indignação e preocupação entre os moradores de Caapiranga. Enquanto a polícia investiga o caso, a comunidade aguarda por respostas e ações concretas para conter a escalada da violência e das difamações na cidade.

Leia também: Chicória, o pré-candidato sombrio de Caapiranga e a história por trás do incêndio que chocou o Amazonas


Siga-nos no Google News Portal CM7