Brasília Amapá |
Manaus

Em encontro com ministro das Cidades, Wilson Lima diz que política de habitação deve contemplar serviços públicos

Compartilhe

Amazonas – O governador do Amazonas, Wilson Lima, participou, nesta sexta-feira (24/03), do Fórum Norte e Nordeste da Indústria da Construção Civil (FNNIC), com a presença do ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho, e destacou que a política pública habitacional deve contemplar soluções de moradias aliadas a serviços sociais. Ele adiantou que vai apresentar projetos do Estado voltados para a habitação ao ministro.

“Nós temos outros projetos de soluções de moradia que eu vou apresentar para o ministro. São pequenos conjuntos habitacionais com até 100 habitações, que estão inseridas dentro da dinâmica social. Isso sim é dar uma moradia digna, não colocar as pessoas em unidades de grandes estruturas sem ter os serviços públicos sociais adequados, como nas áreas de segurança, educação e saúde”, ressaltou o governador.

O Fórum foi realizado em Manaus, ontem e hoje (24/03), reunindo profissionais do setor, autoridades públicas, representantes de instituições e empresários dos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Piauí, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O evento, organizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM), teve como objetivo impulsionar o setor que, neste ano, deve crescer 2,5%, conforme projeção da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

O ministro reforçou que pretende voltar ao estado para discutir novos projetos voltados para moradias populares e resolução de questões como às áreas de risco. “Tenho discutido com os senadores, governador, prefeito de Manaus, para fazermos obras de maneira preventiva. Essa é uma prioridade do presidente Lula, e estamos trabalhando para isso”, disse o ministro, lembrando que o Governo Federal anunciou a retomada do programa Minha Casa Minha Vida.

O Governo do Amazonas trabalha para que sejam entregues, ao longo dos próximos anos, cerca de dez mil soluções de moradias em Manaus e no interior do Estado. Em Manaus já estão em andamento as obras do Prosamin+, que vão reassentar famílias que vivem em comunidades como Sharp, além de obras para moradores da Manaus 2000, que ainda no primeiro semestre devem ser entregues.

No interior, no último dia 17, o governador assinou a desapropriação do bairro Pascoal Alággio, garantindo moradia para mais de quatro mil família em Parintins, onde também será iniciada a maior obra da história do interior do Amazonas, com o Prosai Parintins, que vai contemplar intervenções ambientais, urbanísticas e habitacionais.

FOTOS: Diego Peres / Secom

*Com informações da assessoria*.


Siga-nos no Google News Portal CM7