Brasília Amapá |
Manaus

Deputado Alberto Neto diz que vai enviar pedido de impeachment de Lula para Amom Mandel assinar; veja vídeo

Compartilhe
Deputado Alberto Neto diz que vai enviar pedido de impeachment de Lula para Amom Mandel assinar; veja vídeo

Brasil – O deputado Federal Capitão Alberto Neto (PL) disse que irá enviar por email ao gabinete do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) o pedido de impeachment do presidente Lula (PT) para que o deputado assine. A declaração ocorreu na manhã deste sábado (24/2), durante entrevista no programa de rádio CM7 no Ar, do Portal e TV CM7 Brasil, que é transmitido pela Rádio FM do POVO, 94,3 Mhz.

Veja video:

 

Caso

A Federação PSDB-Cidadania lançou na manhã da última sexta-feira (23/2) a pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel à Prefeitura de Manaus, na Cidade Nova, zona Norte de Manaus. Durante o evento, o jovem deputado foi questionado pelo Repórter Thiago Quara, do Portal e TV CM7 Brasil, sobre o motivo do parlamentar ainda não ter assinado o documento. Amom Mandel deu a desculpa de que ainda não assinou o pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, porque segundo ele, “o documento ainda não chegou em seu gabinete”.

Além disso, o deputado Federal Amom Mandel também afirmou “não saber” se tal pedido de impeachment possui a “devida fundamentação”. No entanto, o pedido estaria no Art. 5 da Lei do Impeachment – Lei 1079/50. “São crimes de responsabilidade contra a existência política da União: 3 – cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade;”. 

Assinaturas

O número de signatários do pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva alcançou um novo marco, chegando a 140 na última quarta-feira (21/2). Esta quantidade superou significativamente as assinaturas obtidas no pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, que atingiu 124 em 2016, culminando na cassação de seu mandato.

A crise no governo Lula teve início após o presidente comparar a ação de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto, declaração considerada antissemita, feita durante uma entrevista coletiva na Etiópia, no último domingo, dia 18. A declaração do presidente Lula acabou fazendo com que o governo de Israel, que mantinha ótimas relações com o Brasil desde a declaração da independência do país em 1948, acabasse se afastando diplomaticamente do Brasil e ainda emitisse que Lula é uma “persona non grata”, fato que ocorre após a escalada do conflito em resposta aos atentados terroristas do Hamas em Israel no dia 7 de outubro de 2023.


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7