|
Manaus

Carol Braz anuncia sua desfiliação do PDT e poderá ir para o MDB de Eduardo Braga

Compartilhe

A ex-candidata ao governo do Amazonas, defensora pública Carol Braz, anunciou, nesse sábado, 06, nas suas redes sociais, o seu desligamento do PDT. Sabe-se, entretanto, de fontes não oficiais, que a defensora deverá migrar para o MDB de Eduardo Braga e com o apoio do mesmo lançar o seu nome à Prefeitura de Manaus. Nas redes sociais, Carol Braz declarou ter conversado com o presidente da executiva estadual do PDT, Luiz Castro, sobre a sua desfiliação do partido no qual militou por mais de um ano.

Na disputa pelo governo do Amazonas, Carol Braz conseguiu cravar 7% dos votos válidos. Carol Braz é defensora pública e ex-secretária de estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania.

Ela é natural de Manaus e formada em Direito pela UFAM. É ex-juíza e foi presidente municipal do PSC em Manaus, antes de se filiar ao PDT.

Confira as postagens

“Boa noite meus amigos

Acabo de conversar com o presidente Luiz Castro e venho comunicar aos membros do diretório estadual, a todas as companheiras e companheiros militantes dos movimentos do PDT Amazonas, a minha desfiliação da sigla partidária, na qual estive filiada desde o dia 2 de dezembro de 2021.

Em um ano e cinco meses conheci e ganhei muitos amigos no PDT. E a todas e a todos, em especial ao Presidente Lupi, quero dedicar o meu sentimento de gratidão pelo aprendizado e pela caminhada de luta que travamos juntos no pleito eleitoral de 2022, onde saímos do zero e conquistamos mais de 7% dos votos em Manaus.

Mesmo estando em uma nova agremiação partidária, permaneceremos juntos na busca de soluções e conquistas, defendendo políticas públicas que priorizem justiça social aos mais vulneráveis e lutando pelo desenvolvimento do nosso Brasil, nosso Amazonas e nossa Manaus.

Com carinho e gratidão,

Carol Braz”

Fonte: Fato Amazônico

Siga-nos no Google News Portal CM7