Brasília Amapá |
Manaus

Bomba: prefeito de Rio Preto da Eva é acusado de bancar pesquisa para eleger pré-candidata favorita

Compartilhe

Amazonas – A gestão do prefeito Anderson Sousa, em Rio Preto da Eva, está sendo novamente criticada após a divulgação de uma pesquisa eleitoral duvidosa e acusações de campanha antecipada.

A pesquisa, divulgada recentemente no “Portal de Rio Preto da Eva”, financiado pela prefeitura e gerenciado pelo Secretário de Comunicação Municipal, aponta uma vantagem significativa para a pré-candidata apoiada pelo prefeito, Socorro Nogueira. No entanto, a oposição levanta sérias dúvidas sobre a legitimidade dos resultados, especialmente pela falta de comparação com outros candidatos da oposição.

Além disso, a divulgação da pesquisa foi realizada antes do período estabelecido pela legislação eleitoral, o que levanta suspeitas de campanha eleitoral antecipada. Os pré-candidatos da oposição estão se unindo para contestar legalmente essas ações, buscando acionar a Justiça Eleitoral para investigar a legalidade dos atos realizados pela gestão de Anderson Sousa.

A situação coloca em xeque a integridade do processo eleitoral na cidade e levanta preocupações sobre o abuso de poder por parte da administração municipal, mais precisamente por parte do prefeito Anderson Sousa.

O embate político promete esquentar nas próximas semanas, à medida que os desdobramentos legais se desenrolam e a pressão da opinião pública aumenta sobre a gestão de Rio Preto da Eva.

Siga-nos no Google News Portal CM7