Brasília Amapá |
Manaus

“Animadora de militante esquerdista”, diz Mario Frias sobre Ivete Sangalo após a cantora atacar Bolsonaro

Compartilhe

Brasil – O secretário especial de Cultura, Mario Frias, usou as redes sociais para atacar a cantora Ivete Sangalo. A artista incentivou um coro contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante um show em Natal, no Rio Grande do Norte, na última quarta-feira (29/12).

No show, a cantora dançou aos gritos de “Ei Bolsonaro, vai tomar no c…”. Ela também incentivou os fãs a gritarem mais alto com provocações como “Não ouvi” e “Está baixinho”.

Depois, Ivete comentou que Bolsonaro “vai acabar escutando [os gritos] de tão alto que foi” e recebeu aplausos dos presentes no local.

Frias afirmou que Ivete silenciou sobre casos de corrupção em gestões petistas e hoje “presta-se ao ridículo papel de ser animadora de militante esquerdista”.

“A rainha Ivete passou todos os anos de roubo generalizado petista, como meio de impor uma ideologia abominável, no mais absoluto silêncio. Hoje, presta-se ao ridículo papel de ser animadora de militante esquerdista, pois é escrava dos caprichos da elite artística arrogante”, disse Mario Frias.


Siga-nos no Google News Portal CM7