Brasília Amapá |
Manaus

URGENTE: polícia prende sócio envolvido em assassin4to de servidor do TCE-AM; veja vídeo

Compartilhe

Manaus – A polícia civil através das equipes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, acabam de prender mais um envolvido no homicídio do advogado e servidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE), Erwin Rommel Godinho Rodrigues, de 54 anos, morto a tiros ao sair de um restaurante em Manaus.

No dia 3 de dezembro, as equipes da especializada prenderam o pistoleiro Hewerton Kauan Oliveira Cavalcante, de 18 anos suspeito de cometer o crime, durante a “Operação Legisperitum”.

Nessa segunda-feira (18), a equipe da especializada prendeu Israel da Silva Assis, sócio do advogado e acusado de contratar o pistoleiro que assassinou o servidor. Um vídeo divulgado pela Polícia Civil mostra o momento em que o sócio do servidor é flagrado saindo do estabelecimento onde a vítima estava, e mexe no celular às 13h46, após ser acionado no mesmo horário, o pistoleiro sai do carro e vai em direção a vítima que está caminhando na rua, para executá-lo.

Israel foi preso nas primeiras horas da tarde de hoje (18), ele foi encaminhado para a sede da DEHS.

Mais informações serão repassadas em instantes.

 

Veja o momento que o sócio avisa o pistoleiro:

 

Logo após o assassino sai do carro e vai em direção a vítima:

 

Relembre o caso

O crime aconteceu por volta das 14h00 do dia 11 de novembro desse ano. O servidor público e advogado participava de uma reunião em um restaurante, localizado na Avenida Santos Dumont, na Zona Centro-Oeste da capital. Ao sair do estabelecimento foi atacado por ocupantes que estavam em um carro.

O advogado foi atingido com seis tiros. Ele chegou a ser levado para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Conforme as investigações, a motivação do crime pode estar relacionado ao trabalho de advocacia exercido por Ervin no interior da Bahia. O servidor teria ajuizado uma ação de cobrança de honorários no valor de mais de R$ 3 milhões perante a Justiça da comarca do município de Feira de Santana e que ano passado ele havia escapado de uma tentativa de assassinato.


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7