Brasília Amapá |
Manaus

URGENTE: madame que esp4nc0u babá e atir0u em advogado no Life Ponta Negra é solta por Juíza em Manaus

Compartilhe

Manaus – Nessa terça-feira (26), uma decisão da juíza Eline Paixão Amaral Pinto, da Comarca de Manaus, trouxe um novo capítulo para o caso envolvendo Jussana de Oliveira Machado. Ela, que estava atrás das grades desde 19 de agosto por ter agredido a babá Claudia Lima e disparado um tiro contra o advogado Ygor Colares em um condomínio na Ponta Negra, conseguiu deixar a cadeia. 

A juíza determinou que Jussana deverá usar uma tornozeleira eletrônica, medida que busca monitorar seus movimentos. Essa decisão reverte a necessidade de mantê-la sob prisão preventiva. É importante ressaltar que seu marido, o policial civil Raimundo Nonato, ainda permanece detido em Manaus.

Além da tornozeleira eletrônica, outras medidas cautelares foram impostas para garantir que Jussana cumpra as condições de sua liberdade. Ela está proibida de sair de Manaus e de retornar ao Condomínio Life Ponta Negra, onde ocorreu a confusão. O contato com as vítimas, testemunhas e seus familiares também está estritamente proibido. Durante as noites e seus dias de folga, ela deve permanecer em sua residência. Adicionalmente, Jussana deverá comparecer mensalmente em juízo, seja de forma presencial ou virtual, para prestar contas de suas atividades.

Relembre o caso:

Mulher que esp4ncou babá e at1rou em advogado em Manaus tem prisão em flagrante convertida em prisão preventiva

Saiba quem é o casal acusado de agred1r babá e bale4r advogado no condomínio Life Ponta Negra; veja vídeo

EXCLUSIVO: decretada a prisão de policial civil que ajudou a esposa a espanc4r babá em Manaus; veja decisão

 


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7