Brasília Amapá |
Manaus

Trabalhador pede ajuda de vizinho para saber sobre esposa e filhas, assassin4d4s por pedreiro; áudio forte

Compartilhe

Brasil – Um áudio enviado pelo marido da dona de casa Clecy Cardoso, de 46 anos, que foi violentamente assassinada com suas filhas por um pedreiro, mostra o desespero e a preocupação do homem com o sumiço misterioso da família. 

Na mensagem por áudio, Regivaldo Batista Cardoso, que também é pai das meninas Miliani Calvi Cardoso, 19 anos; Manuela Calvi Cardoso, 13; Melissa Calvi Cardoso, 10 anos, relatava a dificuldade que estava enfrentando para falar com a família desde a noite de sexta-feira (24).

Ele é caminhoneiro e estava em viagem de trabalho no Paraná, quando o crime aconteceu na casa onde moravam. Clecy e as três filhas foram estupradas e violentamente assassinadas pelo pedreiro Gilberto Rodrigues dos Anjos, 32 anos, que estava trabalhando em uma obra ao lado da casa delas. 

“Rapaz, eu estou desde sexta-feira de noite sem contato com minha família lá, com a minha mulher, com minhas filhas, cara, tudo desligado os telefones”, disse.

“Eu já estou ficando preocupado aqui, cara. Eu mando mensagem, não me responde, eu ligo no WhatsApp, não atende, eu ligo no telefone normal, vai direto pra caixa de mensagem. Eu achei que você estava em Sorriso. Eu ia pedir pra você dar uma olhada lá pra mim, passar lá em frente de casa, olhar por baixo lá do portão, ver se o carro tá em casa, ver se tem algum movimento de gente lá”, falou Regivaldo, em desespero.

“Desde sexta-feira, o último contato com elas foi na sexta-feira à noite, no sábado de manhã, ontem de manhã [domingo], mandei mensagem, não me responderam e nada, e nada. Elas sempre respondem, cara”, completou.

Regivaldo estava viajando a trabalho e quando soube do crime, ele ficou ‘sem chão’, segundo uma familiar.

Ouça o áudio: 

Siga-nos no Google News Portal CM7