Brasília Amapá |
Manaus

Policiais apreendem 265 quilos de maconha e uma lancha rápida em Coari

Compartilhe

Amazonas – Cerca de 265 quilos de maconha skunk foram apreendidos, na tarde deste sábado (02/12), por policiais da Base Fluvial Arpão em Coari (a 363 quilômetros de Manaus).

A droga estava escondida dentro da escotilha da embarcação, uma lancha rápida, que também foi apreendida e três tripulantes presos. Essa foi a segunda apreensão realizada na Base em menos de quatro horas.

A apreensão foi realizada por volta das 13h, durante abordagem à embarcação, que havia saído do município de Carauari (a 788 quilômetros de Manaus) com destino à capital.

No momento da abordagem, os policiais realizaram uma revista com o auxílio da cadela policial de faro para narcotráficos Havana, da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães).

Ela indicou aos agentes a presença de entorpecentes dentro da escotilha na proa da embarcação. Após buscas, os militares encontraram 101 tabletes de maconha tipo skunk, que ao todo pesavam aproximadamente 265 quilos.

Além da droga, também foi apreendida a embarcação Lancha NR da SILVA II, onde os entorpecentes foram apreendidos. A embarcação tipo lancha a jato tem capacidade para transportar até 80 passageiros.

A apreensão representa um dano de aproximadamente R$ 5,3 milhões, referente à droga encontrada; e de R$ 1,2 milhão no valor da embarcação apreendida. O total do prejuízo ao crime ultrapassa R$ 6,5 milhões.

A droga apreendida e três tripulantes foram encaminhados para a Polícia Civil (PC-AM), que integra o efetivo na Base Fluvial Arpão. O trio foi autuado pelo crime de tráfico de drogas.

Outra apreensão

Por volta das 9h45 da manhã, as equipes da Base Fluvial Arpão já haviam apreendido três quilos de cocaína. A apreensão foi realizada em uma embarcação que havia saído de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus) com destino a Manaus.

Base Arpão

A Base Arpão atua no combate ao crime organizado nos rios, por meio da Operação Horus/Fronteira Mais Segura. Os agentes das Forças de Segurança que trabalham no local são coordenados pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGI-F), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Siga-nos no Google News Portal CM7