Manaus 32º
sábado - 19 de março de 2022

Polícia prende trio por furto com fraude na troca de máquinas de cartão

Compartilhe

Amazonas – A Polícia Civil do Amazonas, por meio das equipes do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), deflagrou a Operação Fake Machine, que resultou nas prisões de Alexandre Silva, 28; Jonatha Umbuzeiro, 21; e Tom Caio, 27; que são integrantes de uma quadrilha que atua na prática de furto mediante fraude envolvendo troca de máquinas de cartão. O prejuízo às vítimas está estimado em mais de R$ 1 milhão.

Durante coletiva de imprensa realizada na sede do 25° DIP, no bairro Armando Mendes, zona leste de Manaus, o delegado Leonardo Marinho, titular da unidade policial, relatou que trata-se de uma organização criminosa que aplicava golpes em estabelecimentos comerciais como, por exemplo, postos de combustíveis, mercados, além de festas e eventos da cidade.

“Eles atuavam trocando, em momento de distração dos funcionários, as máquinas de cartão de crédito e débito desses estabelecimentos por uma outra máquina falsa, que ficavam em nome de ‘pessoas laranjas’. Ao realizar essa troca, os valores caiam em uma conta utilizada pelos criminosos”, explicou Marinho.

Ainda de acordo com a autoridade policial, geralmente eles ofereciam uma determinada quantia em dinheiro para as pessoas abrirem contas em bancos digitais e solicitarem as máquinas para que o crime fosse concluído.

“Tomamos conhecimento da atuação desses criminosos e iniciamos as investigações. Chegamos à identidade de Alexandre, Jhonata e Tom Caio, sendo assim, foi solicitado à Justiça pelo mandado de prisão temporária em nome deles, e a ordem judicial foi expedida na quinta-feira (17/03), pelo Plantão Criminal”, informou o delegado.

Prisões

Com a ordem judicial decretada, os policiais seguiram em diligências e conseguiram efetuar a prisão dos três indivíduos, nos bairros Redenção e Alvorada, ambos na zona centro-oeste de Manaus. Na ocasião foram apreendidas em posse deles, três máquinas falsas de cartão que, possivelmente, seriam utilizadas na ação criminosa.

“Após descobrirem que estavam sendo vítimas desse crime, elas compareceram à delegacia e entregaram outras quatro máquinas falsas”, contou o titular do 25° DIP. O delegado afirmou que as investigações devem continuar para identificar, localizar e prender outros integrantes do grupo criminoso.

Procedimentos

Os infratores irão responder por furto qualificado mediante fraude e organização criminosa. Eles serão encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Vitória Supermercados