Manaus

PF apreende bens de luxo em casa de dono da agência de publicidade alvo de operação em Manaus; veja vídeo

Compartilhe

Manaus – Um vídeo divulgado pela Polícia Federal (PF), mostra a ação dos agentes em cumprimento aos mandatos de busca e apreensão na residência do dono da Agência de Publicidade, Antônio Fernandes Barros Lima Júnior, no condomínio Palácio Adrianópolis, no conjunto Morada do Sol, zona Centro-Sul de Manaus. Até o momento já foram cumpridos 05 mandatos.

De acordo com informações preliminares, uma investigação teria iniciado no mês de setembro para apurar o fundo partidário do partido (Pros), onde os candidatos estariam questionando detalhes da verba partidária. 

Os alvos são um ex-vice governador Henrique Oliveira (Podemos), a esposa dele, e o sócio dele, Antônio Júnior. Os dois são acusados da prática de caixa 2 na última campanha eleitoral, depois do famoso episódio do repasse de R$ 3 milhões do fundo partidário do PROS, que fazia parte da coligação que apoiou a candidatura do político a governador, à acusada, que era candidata a deputada federal.

A distribuição teria ocorrido da seguinte forma: Adriana Mendonça, que até então era candidata a deputada federal, teria repassado o montante de R$ 1,5 milhão para a agência de publicidade Digital Comunicação. Ainda segundo informações, a outra parte desse dinheiro, supostamente, teria sido repartido para uma gráfica que faz parte do mesmo grupo. 

A operação

A Polícia Federal no Amazonas deflagra desde as primeiras horas na manhã desta quarta-feira (30) a Operação ‘Amor Fantasma’, destinada a repressão de possível crime de Caixa 2 eleitoral, art. 350 e art. 354-A, todos da Lei 4.737/1965 (Código Eleitoral).

No presente momento, são investigados pela Delinst/PF/AM, o ex Vice-Governador do estado do Amazonas, Henrique Oliveira (Podemos), sua ex-esposa, Adriana Mendonça, e três empresas (que possuem um mesmo sócio em comum), que seria o Antônio Fernandes Barros Lima Júnior, dono da agência Digital Comunicação.

Veja vídeo: