Manaus

PC-AM prende estudante de medicina que estuprou criança em Coari

Compartilhe

Amazonas – A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), prendeu, nesta sexta-feira (24/03), um estudante de medicina, de 23 anos, pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra uma criança de 11 anos. O crime ocorreu na quarta-feira (22/03), por volta das 14h, no bairro Caracol, naquele município.
De acordo com o delegado José Barradas, titular da unidade policial, o crime ocorreu na casa da vítima, quando o suspeito se aproveitou da ausência dos pais dela e cometeu os abusos sexuais. Em seguida, se evadiu do local.
“Identificamos que o autor é conhecido da família da criança. Após denúncias dos familiares, iniciamos as investigações, colhemos depoimentos da vítima e de testemunhas, bem como solicitamos exames de corpo de delito e conjunção carnal no hospital local, que constataram as lesões nas partes íntimas dela”, informou o delegado.
Ainda conforme Barradas, diante dos elementos de informação, o homem foi identificado e foi apresentado à Central de Plantão da Comarca de Coari pela prisão preventiva do investigado, pois foram identificados indícios suficientes de materialidade e autoria.
“Na data de hoje, a Justiça deferiu o pedido e expediu a decisão judicial. Deste modo, nós seguimos em diligências até a residência dele, situada rua Francisco Caetano, bairro Itamarati, e efetuamos sua prisão”, completou.
Procedimentos
O infrator responderá por estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis, o infrator será encaminhado ao presídio local onde ficará à disposição do Poder Judiciário.