Manaus 32º
quarta-feira - 5 de outubro de 2022

Padrasto é condenado a 22 anos de prisão após estuprar enteado de 6 anos no Amazonas

Compartilhe

Amazonas – O caso de um menino de 6 anos estuprado pelo padrasto por mais de um ano, teve finalmente um desfecho.  O homem foi condenado a 22 anos e seis meses de prisão.

O crime aconteceu dentro da casa de uma família bastante humilde, no município de Itamarati, no interior do Amazonas, onde a família morava.

A criança contou à mãe que os abusos ocorreram várias vezes entre os anos de 2019 e 2020, durante a pandemia. A mulher levou o caso às autoridades e na última segunda-feira (3), o réu foi condenado e deve permanecer na prisão e deverá ser transferido ao presídio de Manaus.



Vitória Supermercados