Manaus

Operação da PM apreende 161 armas, maior volume da história da corporação

Compartilhe

Brasil – A Polícia Militar do Paraná apreendeu 161 armas de fogo escondidas em dois caminhões, de origem paraguaia, que transportavam arroz, na PR-323, nos municípios de Iporã e Perobal, na região Noroeste, na útima quinta-feira (19). O volume apreendido é o maior já registrado em uma única ação pela corporação em todo o Estado.

Os policiais militares rodoviários faziam uma operação no Posto Rodoviário de Iporã quando realizaram a abordagem de um caminhão. Durante a fiscalização, que contou com apoio de um cão farejador, foram encontradas escondidas em um fundo falso 93 armas de fogo, sendo 69 pistolas, três fuzis e 21 espingardas calibre 12, além de acessórios e insumos para recarga.

Naquele momento, os policiais perceberam que o motorista estava em um comboio e, ainda na PR-323, já no município de Perobal, realizaram uma segunda abordagem e no outro caminhão foram localizadas mais 68 armas, sendo 56 pistolas, sete fuzis, três espingardas e dois revólveres, também escondidas em um fundo falso no painel do veículo.

As buscas continuaram e outros três caminhões foram abordados na rodovia, mas nada de ilícito foi encontrado nas cargas. A ação foi realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e pelo Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFRON).

O secretário de Segurança Pública do Paraná, Hudson Leôncio Teixeira, ressaltou a importância da atuação policial em todo o Estado. “As forças de segurança do Paraná estão preparadas para combater os crimes transfronteiriços e evitar situações como essa do contrabando de armas e o tráfico de drogas, dois dos crimes que mais tiram vidas em todo o País. É um resultado histórico e que mostra a força da segurança pública”, disse.

O comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Sérgio Almir Teixeira, frisou que a apreensão realizada resulta também na repressão de outros crimes, inclusive o de homicídios. “Essa apreensão não só é histórica, como também inibe o cometimento de outros crimes, salvando inúmeras vidas que poderiam ser vítimas desses armamentos, como também crimes de roubo a mão armada. Isso causa um prejuízo financeiro para o crime organizado e nossa atuação é fundamental para garantir a segurança da população paranaense e até de outros estados”, frisou.

Os motoristas dos veículos foram presos em flagrante. As armas, os veículos e os presos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal, em Guaíra. As investigações sobre o destino das armas serão conduzidas pela PF.

Maior apreensão de armas – Esta foi a maior apreensão de armas já registrada pela corporação em 168 anos de história. Até então, segundo o levantamento realizado pela PMPR, a maior apreensão havia sido em setembro de 2020, no município de Arapongas, quando foram localizados 20 fuzis.