Manaus

“Não me deixa não, meu amor”, grita homem enquanto abraça o corp0 da esposa em Manaus; veja vídeo

Compartilhe

Manaus – A mulher que foi morta esmagada por uma picape na parada de ônibus, na manhã desta segunda-feira (26),  na Avenida Coronel Teixeira, estava a caminho do trabalho.

Segundo informações, Andreia Trindade de 46 anos, trabalhava como serviços gerais na Maternidade Moura Tapajós, no bairro Compensa,  e estaria na companhia do marido esperando o ônibus quando a tragédia aconteceu.

Após o acidente o marido também ficou desmaiado e foi socorrido por mototaxistas que presenciaram a tragédia. Assim que tomou consciência, entrou em total desespero tentando acordar a esposa, mas já era tarde demais. Andreia já estava morta.

Por conta da gravidade do acidente, duas ambulâncias de resgate do corpo de bombeiros foram acionados para retirar a vítima que estava imprensada sobre o poste e os vidros da parada. O impacto foi tão forte, que os cabelos e a massa encefálica foram arremessados para o meio da rua.

Amigas do trabalho de Andreia contaram que o casal tem dois filhos, um adolescente de 16 anos e um filho pequeno que mora no interior com um familiar.

O corpo foi removido para o necrotério do Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Polícia Civil (PC), que deve solicitar as imagens  de segurança dos estabelecimentos para identificar o autor que após o acidente fugiu.

Veja vídeo:

 

Leia também:

Marido enl0uquece ao ver esposa esm4gada contra poste no Santo Agostinho; veja vídeo

Urgente: carro atr0pela e mat4 mulher em parada de ônibus no Santo Agostinho; veja vídeo