Manaus 32º
quarta-feira - 13 de julho de 2022

Mulher que sufocou marido após ser chamada de ‘baranga acabada’ é presa junto com a vizinha

Compartilhe
Mulher que sufocou marido após ser chamada de ‘baranga acabada’ é presa junto com a vizinha

Brasil – A mulher que matou o marido asfixiado com a ajuda de uma vizinha no bairro Santo Antônio, em Itajubá, no dia 25 de junho, foi presa na manhã desta quarta-feira (13) em uma operação da Polícia Civil. Vizinha que ajudou também foi presa.

A Operação “Sicária” combate crimes praticados por mulheres, como estelionato e homicídio. Além da mulher de 38, foram cumpridos mandados de prisão por golpes aplicados na cidade. Uma outra mulher foi presa em Guaratinguetá, com o apoio da Polícia Militar do Estado de São Paulo, e encaminhada à delegacia da cidade no interior paulista por estelionato. Ela e a vizinha estavam em liberdade, já que não houve flagrante.



Entenda o crime

A mulher confessou que matou o marido, Sérgio Carvalho Silva, de 51 anos, servidor público de Itajubá, no dia 25 de junho. Ele foi asfixiado com panos e um pedaço de pão. A esposa teria pedido para a vítima, que também era segurança, que a ensinasse técnicas de imobilização. Com ele amarrado, ela aproveitou e cometeu o crime.

A autora disse à polícia que chamou uma vizinha, que sabia das intenções dela de tirar a vida do marido. A outra mulher percebeu que o homem ainda estava vivo. Foi quando a suspeita, além dos panos, enfiou o pedaço de pão na garganta do marido.

A vizinha então ligou para o Corpo de Bombeiros. Os militares tentaram reanimar a vítima por algum tempo e o levaram para o hospital, porém ele não resistiu e morreu.

Questionada sobre o que teria motivado o crime, a mulher disse que o marido, com quem era casada há 20 anos, a chamava de “gorda e velha”.

Com informações via Minas em Foco

Vitória Supermercados