Brasília Amapá |
Manaus

‘Maior apreensão da história do Amazonas’: PF e PM apreendem 47 kg de ouro do garimpo ilegal em Manaus

Compartilhe

Manaus – A Polícia Federal afirma ter realizado a maior apreensão de ouro da história do Amazonas nessa segunda-feira (11). Com o apoio da Polícia Militar, foram apreendidos 47 kg de ouro, avaliados em R$ 15 milhões e grau de pureza superior a 90%. Além das barras de ouro, durante a operação, dois homens foram presos e uma aeronave foi apreendida. 

A prisão da dupla ocorreu na tarde de sábado (9), na Avenida das Torres, Zona Norte de Manaus. Segundo a PM, o ouro estava sendo transportado em um Gol. Os homens foram abordados por ocupantes de outro carro, uma Doblò, que tentaram roubar o ouro e efetuaram disparos.

Os policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) foram acionados, mas quando chegaram ao local, os atiradores já tinham fugido.

Os dois homens, que estavam no Gol com as 42 barras de ouro, foram presos e levados para a sede da Superintendência da Polícia Federal, em Manaus. Eles chegaram a ser atingidos pelos tiros e passaram por atendimento médico.

Os policiais encontraram outros objetos nos dois carros, como um carregador de Glock, munições, dispositivos para perfurar pneu, uma faca, dois celulares, um GPS e R$ 6 mil em espécie. A PF afirmou que os indivíduos já estavam sendo monitorados por envolvimento em uma quadrilha especializada na extração e venda de ouro ilegal da Amazônia.

 

Garimpo Ilegal

As investigações revelaram que o ouro era extraído ilegalmente do leito do Rio Tapajós, no estado do Pará.

“A cidade de Manaus funciona como entreposto para distribuição no mercado nacional e internacional”, disse o superintendente da PF no Amazonas, Umberto Ramos.

Ainda no sábado (9), depois da prisão dos dois suspeitos, a PF enviou agentes para o Aeroclube do Amazonas, na Zona Centro-Sul de Manaus, onde a aeronave usada no transporte das 42 barras de ouro foi apreendida.

De acordo com a Polícia Federal, o avião de pequeno porte saiu de Itaituba, no Pará, e passou por a Itacoatiara, no Amazonas. O destino era Manaus.

“Representa o recorde histórico de apreensão de ouro aqui no Estado do Amazonas. Uma apreensão que estimamos atinge a cifra de R$ 15 milhões”, afirmou o superintendente.


Siga-nos no Google News Portal CM7