Brasília Amapá |
Manaus

Lili cantou: cantor de forró acusado de estupr4r menina de 12 anos deixa a prisão em Manaus

Compartilhe

Manaus – O cantor de forró Keven Fernandes da Silva, de 19 anos, foi libertado da prisão nesta terça-feira (2), após permanecer detido desde o início de março, acusado de estuprar uma menina de 12 anos. A decisão foi proferida pelo juiz Rivaldo Matos Norões Filhos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que optou por não converter a prisão temporária em preventiva, mas impôs medidas cautelares ao cantor.

Entre as restrições, determinou-se que Keven não se aproxime da vítima e mantenha uma distância mínima de 200 metros dela e de sua família. Além disso, está proibido de sair do Amazonas sem autorização judicial e deve se apresentar à Justiça sempre que solicitado.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) confirmou a saída do cantor do presídio, porém, mesmo em liberdade, ele terá que cumprir rigorosamente as medidas impostas pela Justiça.

O caso gerou grande repercussão na época da prisão de Keven. De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o cantor admitiu ter mantido relações sexuais com a adolescente, alegando não ter conhecimento de que ela tinha apenas 12 anos.

“Durante o interrogatório, ele admite ter mantido relações sexuais com a adolescente, diz que não sabia que ela tinha 12 anos de idade apenas, mas afirma que conhecia a família, pois uma das cantoras da banda morava na casa dessa família. Conhecia a mãe da adolescente, conhecia a adolescente e passou a conversar com ela. Até que nesse dia ele passou de manhã cedinho e acabou acontecendo o fato”, explicou a delegada na época da prisão.

O processo continua em tramitação na Vara de Inquéritos Policiais do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), sob sigilo de Justiça.


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7