Manaus 32º
sexta-feira - 4 de março de 2022

Jovens são presos e 4 adolescentes apreendidos por roubar e matar idoso

Compartilhe

Brasil – Nesta quinta (3), dois adultos foram presos e quatro adolescentes apreendidos por envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) do idoso João Luiz de Andrade Marques, que foi encontrado morto e com os pés e mãos amarrados dentro da sua casa em Juína (a 740 km de Cuiabá).

Segundo a Polícia Civil, o filho da vítima acionou a polícia depois de entrar no imóvel e encontrar o pai sem vida e com diversos ferimentos, no bairro Módulo 3. João Luiz, além de estar com mãos e pés amarrados, estava com várias lesões no rosto.

Os suspeitos só foram presos depois da Polícia Civil de Juína cumprir um mandado de prisão preventiva por homicídio, dado pela Comarca de Tabaporã, a um rapaz de 22 anos.

O rapaz foi localizado próximo ao terminal rodoviário da cidade, por volta da meia-noite, desta quinta. Ao ser abordado, ele não soube explicar aos investigadores a origem dos aneis que estavam com ele. Também não apontou o motivo de viajar naquele horário com destino a Cuiabá.

Em seguida, ele confessou como cometeu o crime em Tabaporã e foi encaminhado à Delegacia de Juína. Os aneis apreendidos foram reconhecidos pelo filho da vítima.

Ao longo da dia, os investigadores chegaram à identificação de outro suspeito, um rapaz de 19 anos, que manteve contato com o primeiro rapaz preso na rodoviária durante toda quarta e que mora no bairro vizinho da vítima assassinada.

Os policiais chegaram a a residência no bairro Módulo 4, na manhã desta quinta (3), onde mora uma adolescente de 15 anos. A garota estava usando uma corrente com pingente, idênticos às características de uma joia levada da casa do idoso, além de outras peças encontradas na residência, como colar, relógios e moedas colecionáveis. Ela e outra adolescente de 14 anos informaram que haviam passado informações da casa do idoso aos demais suspeitos para praticar o crime.

Joias roubadas

Com base nas informações coletadas, os policiais chegaram a outra residência, onde localizaram quatro suspeitos, sendo dois adolescentes. Na casa estavam uma espingarda de pressão, relógio e joia roubados, além de um cartão bancário do idoso.

Além dos objetos, os policiais apreenderam balança de precisão, 11 porções de pasta base de cocaína e de maconha. Um dos suspeitos relatou que dois adultos e um dos adolescentes teriam sido os autores do latrocínio.

O delegado regional de Juína, Marco Remuzzi, explica que o trabalho da Polícia Civil foi contínuo desde o momento em que a delegacia foi comunicada sobre o latrocínio e que as equipes trabalharam durante toda a madrugada para chegar aos suspeitos.

Quatro adolescentes foram conduzidos por suspeita de envolvimento no crime, sendo duas garotas e dois rapazes, além de dois adultos presos em flagrante, de 22 e 19 anos. Outro jovem, de 20 anos, que estava na casa onde foram encontrados os entorpecentes será autuado em flagrante por tráfico de drogas e corrupção de menores.

Todos os suspeitos estão na Delegacia de Juína e serão ouvidos pelo delegado André Luiz Barbosa, responsável pela investigação do roubo seguido de morte. O Conselho Tutelar do município acompanhou os procedimentos dos adolescentes. A Polícia Civil investiga o caso.

Um dos adolescentes apreendidos, de 16 anos, relatou ainda aos policiais que ele e outros suspeitos teriam executado a tiros outro menor de idade, desaparecido desde a semana passada. Com base nas informações passadas, uma equipe da Polícia Civil seguiu até a MT-170, sentido ao município de Castanheira, para localizar o corpo da vítima, que estaria em uma mata, perto de um armázem da antiga Casemat.

Vitória Supermercados