Brasília Amapá |
Manaus

“Foi por diversão”, zomba preso que m4tou e enterrou id0sa no quintal de casa; veja vídeo

Compartilhe
"Foi por diversão", zomba preso que m4tou e enterrou id0sa no quintal de casa; veja vídeo

Brasil – Um crime brutal chocou a cidade de Barretos, interior de São Paulo, quando o corpo de Nilza Maria Aparecida Costa Pingoud, de 62 anos, foi encontrado enterrado no jardim de sua própria casa. O principal suspeito, um jovem de 18 anos identificado como Leonardo Silva, foi preso nesta quinta-feira (3), no município de Frutal, em Minas Gerais, após ser rastreado por imagens de câmeras de vigilância.

A vítima, que morava sozinha no bairro Los Angeles desde que ficou viúva há cerca de quatro anos, havia acolhido o suspeito em sua casa, acreditando que ele era uma travesti. O rapaz morava nos fundos da residência de Nilza. Segundo a Polícia Civil, o crime foi premeditado e teria sido motivado por ambição.

De acordo com o delegado Rafael Faria Domingos, responsável pelo caso, o suspeito confessou informalmente o crime após sua prisão. Durante o interrogatório, ele chegou a zombar dos policiais, mandando beijos e sorrindo com aparente despreocupação. O criminoso questionou o motivo do arrependimento pelo ato, afirmando que o assassinato foi cometido por diversão.

Acredita-se que a vítima tenha sido asfixiada enquanto dormia, mas a causa da morte ainda está sendo investigada. Após cometer o homicídio, o suspeito roubou o celular e dinheiro de Nilza, usando o aparelho para realizar movimentações financeiras nas contas bancárias da vítima após seu falecimento.

Para tentar ocultar o crime, o agressor enterrou o corpo no jardim da casa. Os vizinhos estranharam o sumiço de Nilza e alertaram a polícia, que ao investigar a residência, encontrou o jardim remexido e descobriu o corpo da idosa.

O suspeito foi localizado em um posto de combustível em Frutal e não ofereceu resistência durante a prisão. O delegado informou que, possivelmente agindo sozinho, o jovem conseguiu as senhas da vítima e usou o dinheiro roubado para adquirir uma motocicleta, que foi apreendida pela polícia. Ele será indiciado por latrocínio, caracterizado pelo roubo seguido de morte.

Até o momento, o suspeito não possui um defensor nomeado. A reportagem aguarda a constituição da defesa para ouvir a versão apresentada pelo acusado. A comunidade de Barretos se encontra abalada e estarrecida com a gravidade do crime que tirou a vida de uma mulher idosa, conhecida por sua bondade e generosidade. O caso continua em investigação, e as autoridades esperam esclarecer todos os detalhes desse terrível assassinato nos próximos dias.


Siga-nos no Google News Portal CM7