Brasília Amapá |
Manaus

Exame de alcoolemia confirma embriaguez de motorista que m4t0u estudante em Manaus

Compartilhe

Manaus – O motorista do caminhão, Emílio da Silva Castro, que atropelou e matou a adolescente de 14 anos nesta segunda-feira (17), foi detido logo após o acidente na frente uma escola na zona Norte de Manaus. O teste de alcoolemia de Emílio apontou um índice de 0,75 mg/L, confirmando que ele estava sob efeito de álcool no momento do acidente.

Segundo informações preliminares, Emílio conduzia um caminhão quando perdeu o controle da direção e acabou colidindo contra o muro da Escola Estadual Professor Sebastião Augusto Loureiro Filho, vitimando fatalmente a estudante venezuelana Lorena Alexandra Figueroa Soares, de 14 anos, que estava passando pelo local. Lorena era aluna da Escola Estadual Zilda Arns.

Logo após o acidente, Emilio foi detido e levado ao 15º Distrito Integrado de Polícia (15º DIP). Ele trabalha há cerca de três meses na empresa Materiais de Construção João de Barro. A empresa, através de seu advogado Emerson Ausier, informou que está prestando todo o apoio necessário à família de Lorena.

O acidente ocorreu por volta das 14h30 e, imediatamente após o impacto, a gestão da escola acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Polícia Militar. Apesar dos esforços, Lorena não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local.

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar informou que está prestando apoio à família da vítima, que está em estado de choque. Lorena, que completaria 15 anos no próximo dia 4 de agosto, morava em Manaus há três anos com seus pais e dois irmãos.

Se Emílio não for liberado na audiência de custódia marcada para amanhã, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Leia mais:

Urgente: cri4nça m0rre atr0pelada na frente de escola em Manaus; veja vídeos

Mãe entra em desespero ao saber que filha m0rreu atr0pelada por motorista bêbado em Manaus: “meu bebê não!”; veja vídeo


Siga-nos no Google News Portal CM7