Brasília Amapá |
Manaus

‘Ele morreu porque tava chifrando meu amigo’, revela membro de facção acusado de matar vigilante em Manaus

Compartilhe
'Ele morreu porque tava chifrando meu amigo', revela membro de facção acusado de matar vigilante em Manaus

Manaus – Após ter sido preso na última quinta-feira no bairro Compensa (16), Guilherme Vinicius Oliveira da Silva, 21, acusado de participar da morte do vigilante Victor Oliveira da Silva, 20, em novembro de 2022, novos detalhes sobre a motivação do crime apareceram. De acordo com a delegada Marília Campelo, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Victor passou a ser ameaçado desde que se envolveu em 2021 com a ex-namorada de Misael de Souza Pinheiro, amigo de Guilherme, e que está sendo procurado pela polícia.

“Além de Guilherme Vinicius, um indivíduo identificado como Misael de Souza Pinheiro também teve participação na morte de Victor. Ele está sendo procurado por envolvimento na ação criminosa. A motivação do crime teria sido o fato da vítima ter se envolvido amorosamente com a ex-namorada de um dos suspeitos, em 2021. A vítima foi morta com cerca de dez disparos de arma de fogo”, disse.

“Nesse dia da morte do Victor, ele foi executado a tarde na frente de vários familiares com cerca de 10 disparos de arma de fogo. Além disso, levaram os celulares tanto da vítima como dos moradores ali das kitnets e o Guilherme que está preso estava usando o celular da vítima”, explicou a delegada.

Siga-nos no Google News Portal CM7