Manaus

‘Ele é muito perigos0 e odeia mulheres”, diz delegada sobre serial killer que matav4 mulheres em Manaus

Compartilhe

Manaus – Natan de Melo Furtado, de 33 anos, apontado como “Serial Killer”, foi preso suspeito de cometer três feminicídios no Amazonas. Duas das  vítimas eram namoradas dele e foram carbonizadas em Boca do Acre, no interior do Amazonas.

A terceira era uma senhora que alugava quarto para ele, ela tinha câncer e foi morta com 73 facadas em Manaus.

“Ele tem outros cinco crimes, roubo e furto. As vítimas todas mulheres. Então realmente ele é um homem que odeia mulheres”, disse a delegada Marília Campello, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

O homem foi preso em Iranduba, na Fazenda da Esperança, e na ocasião, estava usando um nome falso.

A Polícia considera Natan um homem extremamente perigoso e caso continuasse solto, faria novas vítimas.

“Natan é um perigoso assassino, podemos chamá-lo até de um serial killer, tendo em vista que ele já está na terceira vítima, mulher, um padrão adotado por ele sempre acima dos 40 anos, mulheres solteiras. Ele se aproxima de alguma forma, ganha a confiança dessas pessoas, adquire vantagens com essa aproximação e quando alguma coisa o desagrada ele acaba retirando a vida dessas pessoas de forma brutal”, disse o delegado Ricardo Cunha, titula da DEHS.