Brasília Amapá |
Manaus

Desesperados após descoberta de golpe, Grupo Lótus revela nome de mais empresas no esquema

Compartilhe
Desesperados após descoberta de golpe, Grupo Lótus revela nome de mais empresas no esquema

Manaus – O grupo Lótus Corporate, alvo de investigação da Polícia Federal nesta sexta-feira (14) após golpes contra mais de 200 servidores públicos em Manaus, Rio de Janeiro, Belém, Boa Vista e Natal emitiu uma nota nas redes sociais após ser confrontado e acabou expondo outro sócio.

Após apagar suas contas comercias como página no Facebook e site oficial, a Lótus deixou online somente a página no Instagram, ao qual emitiu as últimas notas de esclarecimento antes do ‘castelo de areia’ da empresa desabar. No desespero de ‘ganhar’ tempo e tentar gerenciar a crise ocasionada pela descoberta da farsa dos crimes de falso empréstimo, estelionato e lavagem de dinheiro, o perfil acabou expondo a empresa SLM Company, gerenciada por Humberto Barbosa, que também era sócio de Jorge Dias e Farley, proprietários da Lótus.

Empresa inapta

Em consulta à site de transparência pelo CNPJ, a situação da SLM Company, no entanto, consta como “inapta” e com atividade principal divergente da qual anuncia realizar. Confira:

\

Um fluxograma da investigação mostra que Humberto Barbosa também atuou como “operador financeiro” da Lótus.  A SLM Company chegou a ser vinculada na imprensa manauara como uma promissora empresa de “energia limpa”, baseada em geração fotovoltaica, que prometia lucro milionário aos clientes. A proposta da SLM lembra inclusive outra empresa golpista no setor, a Econ Global, que sumiu com dinheiro de clientes em 2020.

 

Em vídeos e fotos postados em redes sociais, os sócios apareciam ostentando vida luxuosa em festas com exibição de pacotes de dinheiro. O registro da empresa aparece com a razão social de Lotus Business Center Promoção de Vendes Ltda, com inscrição no CNPJ 36.270.401/0001-09, tendo sede em Manaus, capital do Amazonas.

 

Leia também: Jovens que eram ‘exemplos de superação’ em páginas de fofoca são alvos da PF por lavagem de dinheiro em Manaus


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7