Brasília Amapá |
Manaus

Caso Djidja: confira lista completa de crimes pelos quais os envolvidos foram indiciados

Compartilhe

Manaus – Após dois meses de investigações intensas, o 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) concluiu o inquérito que revelou uma operação criminosa envolvendo uma seita religiosa que utilizava ketamina em rituais realizados dentro de salões de beleza na cidade.

A seita, identificada como “Pai, Mãe, Vida”, foi fundada por membros de um grupo criminoso liderado por Cleusimar Cardoso, Ademar Cardoso e Djidja Cardoso, com o auxílio de outros indivíduos, incluindo Bruno Rodrigues, Hatus Silveira, José Máximo, Sávio Soares Pereira, Roberleno Ferreira de Souza, e Emicley Araújo Freitas Júnior.

Segundo as autoridades, o grupo promovia cultos religiosos onde induziam os participantes ao uso de substâncias como ketamina e potenay, originalmente destinadas ao uso veterinário. A investigação também revelou planos para estabelecer uma clínica veterinária como fachada para facilitar a aquisição desses medicamentos controlados.

Um dos desdobramentos trágicos das atividades da seita foi a morte de Djidja Cardoso, suspeita de ter sido induzida ao uso excessivo de ketamina pelos próprios membros da seita. A investigação aponta que Djidja também foi vítima de tortura praticada por sua mãe, Cleusimar Cardoso, conforme registros em vídeos obtidos pela polícia.

Em um dos pontos críticos da operação, Emicley Araújo Freitas Júnior foi acusado de obstrução à justiça ao tentar dissimular provas durante buscas realizadas em uma das clínicas veterinárias onde trabalhava.

Como resultado das evidências coletadas, Bruno Rodrigues teve sua prisão temporária convertida em preventiva, devido ao seu envolvimento comprovado na gestão das atividades criminosas da seita.

Veja por quais crimes cada um dos envolvidos está indiciado:

Ademar Farias Cardoso Neto:

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Aborto provocado sem consentimento da vítima;
  • Estupro de vulnerável;
  • Charlatanismo;
  • Curandeirismo;
  • Sequestro e cárcere privado;
  • Constrangimento ilegal;
  • Tortura.

Cleusimar Cardoso Rodrigues:

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Charlatanismo;
  • Curandeirismo;
  • Sequestro e cárcere privado;
  • Constrangimento ilegal;
  • Tortura com resultado morte.

Verônica da Costa Seixas:

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Charlatanismo;
  • Curandeirismo;
  • Sequestro e cárcere privado;
  • Constrangimento ilegal.

Marlison Vasconcelos Dantas:

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Charlatanismo;
  • Curandeirismo;

Claudiele Santos da Silva:

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Charlatanismo;
  • Curandeirismo;

Jose Maximo Silva de Oliveira (dono da Maxvet):

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais.

Savio Soares Pereira (dono do Reino dos Pets e sócio do José Maximo):

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Favorecimento real;
  • Favorecimento pessoal;

Hatus Moraes Silveira:

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Exercício ilegal da medicina.

Bruno Roberto da Silva Lima:

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais;
  • Charlatanismo;
  • Curandeirismo;

Roberleno Ferreira de Souza (administrador da Casa do Criador):

  • Tráfico de drogas;
  • Associação para o tráfico de drogas;
  • Perigo para a vida ou saúde de outrem;
  • Falsificação, adulteração ou corrupção de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais.

Emicley Araujo Freitas Junior (funcionário da Max Vet):

  • Favorecimento real;
  • Favorecimento pessoal.


Siga-nos no Google News Portal CM7