Brasília Amapá |
Manaus

Casa errada: policiais arrombam portão na madrugada e confundem família inocente com traficantes; veja vídeo

Compartilhe
Casa errada: policiais arrombam portão na madrugada e confundem família inocente com traficantes; veja vídeo

Brasil – Na madrugada da última quinta-feira (11/04), uma família em Aparecida de Goiânia, Goiás, passou por momentos de terror após ter sua casa invadida por engano por agentes da Polícia Civil. O caso, registrado em vídeo pela própria família, mostra a truculência dos policiais e a completa falta de comunicação durante a ação.

Abordagem violenta e equivocada

Tudo começou por volta das 5h da manhã, quando os agentes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) arrombaram o portão da residência na Avenida Joel Alencastro Veiga, no Bairro Industrial. A equipe buscava por suspeitos de tráfico de drogas e associação para o tráfico, mas o endereço informado no mandado judicial estava errado.

Ao invés dos criminosos procurados, os policiais encontraram apenas um casal, suas duas crianças, uma de 9 anos e outra de apenas 2 meses, e um amigo da família. Diante da situação, a truculência dos agentes tomou conta do local. Imagens das câmeras de segurança da rua e do celular da moradora mostram os policiais gritando com os moradores, dando voz de prisão à família e até mesmo agredindo a matriarca com um tapa no rosto.

Momentos de pânico e desespero

O vídeo, que circula nas redes sociais, mostra o desespero da família durante a abordagem. A criança de 9 anos corre assustada para dentro de casa, enquanto o bebê chora sem parar. A mãe, sob a mira de um revólver, tenta explicar aos agentes que estavam no local errado, mas suas súplicas não são ouvidas.

Falta de profissionalismo e irresponsabilidade

Mesmo após se darem conta do erro, os policiais não pediram desculpas à família e ainda debocharam da situação. A Polícia Civil de Goiás, em nota oficial, defendeu a ação dos agentes e afirmou que eventuais abusos estão sendo investigados pela Corregedoria da instituição.


Siga-nos no Google News Portal CM7