Brasília Amapá |
Manaus

Blogueiro William Barão deixa a cadeia em Manaus e afirma: “Eu sou inocente!”; veja vídeo

Compartilhe

Manaus – O blogueiro William Barão, alvo da Operação Vorax da Polícia Civil (PC), foi solto após decisão judicial. Ele é um dos envolvidos no esquema de roubo de veículos e comércio clandestino de peças, o “rolezinho”.

A liberdade provisória do blogueiro foi concedida,  junto com a dos demais detidos, pelo juiz Rafael da Silva Raposo, da Central de Inquéritos Policiais, com respaldo favorável do Ministério Público.

Solto, William Barão apareceu nas redes sociais neste domingo (11), em uma conta reserva no Instagram, agradecendo a Deus pela sua liberdade e fazendo um desabafo.

“Não está sendo nada fácil pra mim. Só minha família e minha namorada sabem o que eu to vivendo. E eu peço a ajuda de vocês pra recuperar minha conta de 10 anos”, disse o blogueiro.

Na ocasião, William ainda ressalta que apesar de ter perdido tudo pelo que batalhou, não perdeu sua fé em Deus e tem esperança de que a Justiça será feita.

O blogueiro está autorizado a usar tornozeleira eletrônica, conforme determinação judicial.

Operação Vorax 

A Operação Vorax, que resultou na detenção de 20 pessoas e na apreensão de 41 motocicletas, sendo quatro delas associadas a roubos, teve como objetivo combater o roubo de veículos, o comércio ilegal de peças e a organização dos chamados “rolezinhos”.

William Barão, juntamente com outros influenciadores digitais, como Santiago “No Grau”, foi apontado como suspeito de coordenar esses eventos e convocar seguidores para participar de atividades relacionadas à modificação de veículos.

A soltura do blogueiro e de outros cinco suspeitos envolvidos no esquema, gerou revolta nas redes sociais e críticas sobre a postura da justiça no caso dos “rolezinhos”.

Siga-nos no Google News Portal CM7