Manaus

“A casa caiu”: veja momento em que segundo assassino do Delegado Aldeney Góes é preso

Compartilhe
"A casa caiu": veja momento em que segundo assassino do Delegado Aldeney Góes é preso

Brasil – Mikael Gustavo Moraes de Souza, de 24 anos, segundo envolvido na participação da morte do delegado da Polícia Civil do Amazonas, Aldeney Goes, entregou-se nesta sexta-feira (4) à Polícia Civil do Maranhão. A prisão ocorreu no  município do Corda.

Histórico de crimes

Mikael responde a três processos, um em Marituba, outro em Marabá e outro que não foi revelado o local, porém todos no Pará e também todos pelo artigo 157, ou seja, roubo. Mikael estava foragido, enquanto o outro autor do crime, Deyvide foi preso e trazido para a capital paraense.

Recebeu ajuda

Os policiais verificaram que um casal estava dando abrigo ao fugitivo. “Constatamos que não havia nenhum tipo de vínculo familiar ou de amizade entre o suspeito e o casal, e que esse apoio estava sendo prestado por eles, tão somente devido ao vínculo criminoso, pelo fato deles pertencerem a mesma organização criminosa”, informou o delegado titular da 3ª DEIC de Araguaína, Romeu Fernandes.

Os moradores foram presos e conduzidos para uma delegacia, onde foram autuados em flagrante por organização criminosa e favorecimento pessoal.

O homem foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA) e a mulher para a 5ª Central de Atendimento da Polícia Civil, onde está aguardando vaga no sistema prisional feminino.

Crime

O crime aconteceu no dia 28 de outubro, em Belém (PA), onde a vítima passava as férias com a família. Segundo o presidente do Sindepol (Sindicato dos Delegados de Polícia), Delegado Jeff McDonald, no primeiro momento é descartado a possibilidade de uma execução. O primeiro preso, Deyvide José Santos, vulgo “Jereba”, afirma que o crime tratou-se de um latrocínio, mas a polícia ainda duvida da versão.