Manaus

Urgente: Primeira-ministra da Nova Zelândia renuncia ao cargo

Compartilhe

Mundo – A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou hoje (19), em Wellington, que “não tinha mais nada no tanque” para continuar liderando o país. Ela disse que deixará o posto no mais tardar no início de fevereiro e não buscaria a reeleição.
Ardern, contendo as lágrimas, disse que foram cinco anos e meio difíceis como primeira-ministra e que ela era apenas humana e precisava se afastar.

“Neste verão, eu esperava encontrar uma maneira de me preparar não apenas para mais um ano, mas para mais um mandato – porque é isso que este ano exige. Não fui capaz de fazer isso”, disse Arden, de 42 anos, em uma entrevista coletiva.

“Sei que haverá muita discussão após esta decisão sobre qual foi a chamada razão ‘real’… O único ângulo interessante que você encontrará é que, depois de seis anos de alguns grandes desafios, eu sou humana”, afirmou. “Os políticos são humanos. Nós damos tudo o que podemos, pelo tempo que pudermos, e então chega a hora. E para mim, está na hora” explicou.