Brasília Amapá |
Manaus

Guerra: escola da ONU em Gaza é atingida por bombardeios

Compartilhe

Mundo  – Uma escola administrada pelas Nações Unidas (ONU) no norte da Faixa de Gaza e que servia de abrigo para civis foi bombardeada neste sábado (04), em um ataque atribuído por palestinos às Forças de Defesa de Israel (IDF).

Um representante do Ministério da Saúde de Gaza, território controlado pelo grupo radical islâmico Hamas, alega que o ataque matou ao menos 15 pessoas e deixou outras dezenas de feridos – o número ainda não foi confirmado pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados Palestinos (UNRWA). Representante do órgão, Juliette Toume disse à agência de notícias Reuters haver crianças entre as vítimas.

“Ao menos um ataque atingiu o pátio da escola onde havia tendas para famílias desabrigadas. Outro ataque atingiu uma área dentro da escola onde mulheres assavam pão”, relatou Toume. Segundo ela, há 16 mil civis abrigados no edifício.

A escola Al-Fakhoura fica em Jabalia, maior assentamento de refugiados no enclave palestino e que desde a semana anterior foi atingido por diversos outros bombardeios que teriam matado, ainda segundo as autoridades em Gaza, ao menos 195 pessoas.
É o 29º dia de conflito, deflagrado quando integrantes do Hamas invadiram Israel, massacrando cerca de 1.400, a maioria civis, e sequestrando mais de 200. Desde então, Gaza está sob bombardeio intenso, e sua população civil sofre enquanto o Hamas – acusado de usar inocentes como escudo humano ao passo que se mantém entrincheirado debaixo de uma extensa rede de túneis – continua a lançar foguetes na direção de Israel, que enfrentou ataques vindos ainda da Síria e do Líbano.


Siga-nos no Google News Portal CM7