Brasília Amapá |
Manaus

‘Diplomacia do Panda’ pode ser reativada após encontro entre Xi Jinping e Joe Biden

Compartilhe
'Diplomacia do Panda' pode ser reativada após encontro entre Xi Jinping e Joe Biden

Mundo – Após a aguardada reunião entre os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da China, Xi Jinping, parece que as relações bilaterais podem ganhar um toque “fofo” com a possível reativação da “diplomacia do panda”. Em um jantar com empresários em São Francisco, Califórnia, Xi Jinping expressou sua disposição em utilizar os adoráveis ursos como “enviados da amizade entre o povo chinês e americano”.

As recentes tensões entre Washington e Pequim resultaram na volta de alguns pandas gigantes para a China. Três deles, Mei Xiang, Tian Tian, e seu filhote de três anos, Xiao Qi Ji, deixaram o Zoológico Nacional Smithsonian de Washington no mês passado. Esta decisão foi tomada no contexto de um chamado para consultas, uma prática diplomática para lidar com desencontros entre nações.

Durante a coletiva de imprensa após o encontro, Xi Jinping afirmou: “Estamos dispostos a continuar nossa cooperação com os Estados Unidos na conservação do panda e fazer tudo que for possível para satisfazer os desejos dos californianos e aprofundar os laços de amizade entre nossos dois povos.”

A “diplomacia do panda” não é uma novidade. Desde 1972, quando os primeiros pandas chegaram aos Estados Unidos como presente após a visita histórica do presidente Richard Nixon à China, esses adoráveis animais têm sido utilizados como embaixadores peludos. No entanto, as tensões recentes levaram Pequim a repatriar alguns desses embaixadores de quatro patas.

A Casa Branca, ao ser questionada sobre a possibilidade de retorno dos pandas, assegurou que receberia os ursos de volta de braços abertos. O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby, afirmou: “Certamente, se a República Popular da China tomar a decisão de devolver alguns dos pandas aos Estados Unidos, lhes daríamos as boas-vindas de novo.”

Durante a operação de retorno dos pandas, uma cena digna de um evento presidencial foi montada, com escoltas policiais acompanhando os caminhões carregados de caixotes até o Aeroporto Internacional de Dulles. Os ursos foram transportados de volta à China junto com 220 quilos de bambu, um veterinário e dois tratadores do zoológico.

Xi Jinping, ao comentar sobre a partida dos pandas, revelou que muitos americanos, especialmente crianças, expressaram seu pesar pela despedida, indo ao zoológico para vê-los antes da viagem de volta.


Siga-nos no Google News Portal CM7