Brasília Amapá |
Manaus

Como o caos político da Líbia agravou a tragédia das enchentes

Compartilhe

Mundo – O chefe de operações humanitárias da Organização das Nações Unidas (ONU), Martin Griffiths, afirmou nesta sexta-feira (15), em Genebra, que o desastre histórico na Líbia pode ser atribuído ao “clima e à capacidade”.

O país do norte da África foi atingido por uma inundação sem precedentes desencadeada pela Tempestade Daniel no último domingo (10).

A capacidade que o representante da ONU se refere é a falta de estrutura da Líbia para lidar com enchentes ou qualquer desastre natural.

As poucas equipes de resgate do país não têm treinamento suficiente, nem equipamentos para atender emergências de grandes proporções. Líbios afetados dependem, principalmente, da ajuda de especialistas estrangeiros enviados às pressas para lidar na contenção da crise.


Siga-nos no Google News Portal CM7