Brasília Amapá |
Manaus

A ORFÃ REAL: mulher de 22 anos fingia ser criança para m4tar família que a adotou; veja vídeo

Compartilhe
A ORFÃ REAL: mulher de 20 anos fingia ser criança para m4tar família que a adotou; veja vídeo

Mundo –  Em um enredo que parece saído de um filme de terror, a história real de Natalia Grace, uma órfã ucraniana com nanismo, está prestes a ser revelada em uma série documental chocante intitulada “O Curioso Caso de Natalia Grace: Natalia Fala”. A trama, que envolve acusações de engano, abuso emocional e físico, ganha contornos ainda mais sombrios com a promessa de Natalia de contar sua versão da história.

No trailer da série, Natalia faz uma afirmação intrigante: “Em cada mentira há uma verdade oculta, mas você precisa cavar o suficiente para poder vê-la.” O público é convidado a questionar se Natalia é uma vítima ou algo mais sinistro, provocando a reflexão sobre o que realmente aconteceu depois que ela foi adotada pelo casal de americanos Michael e Kristine Barnett em 2010.

Os Barnetts acusam Natalia de abusar emocional e fisicamente deles enquanto fingia ter apenas 6 anos, quando, na verdade, tinha 20. Entre os incidentes descritos como “perturbadores”, Natalia foi acusada de entrar no quarto do casal com uma faca na mão, uma cena digna de um filme de horror, algo que ela nega categoricamente.

A série promete fornecer uma visão mais profunda dos eventos após a adoção, com Natalia falando pela primeira vez, em detalhes, sobre o que aconteceu. A condição rara de nanismo de Natalia, conhecida como displasia espondiloepifisária congênita, complica ainda mais a história, tornando difícil determinar sua idade real.

A trama adquire contornos cinematográficos ao recordar o caso do casal norte-americano Kristine Barnett, 45, e Michael Barnett, 43, que alegam ter abandonado a filha adotiva de 6 anos por ela ser, na verdade, uma adulta sociopata de 23 anos. A mudança para o Canadá e o abandono da “criança de 10 anos” em casa intensificam o mistério e o suspense do enredo, que agora aguarda julgamento após a prisão do casal em setembro de 2019.

A esposa de Michael Barnett afirma que médicos confirmaram que Natalia sofria de uma doença psicológica grave, diagnosticada apenas em adultos, adicionando camadas de complexidade ao caso. O vídeo promocional da série documental promete lançar luz sobre essas revelações perturbadoras, proporcionando ao público uma visão mais aprofundada do que realmente aconteceu.


Siga-nos no Google News Portal CM7