Brasília Amapá |
Manaus

Prefeitura de Manaus promove série de cursos de cuidadores informais de idoso

Compartilhe

Manaus – Com o objetivo de capacitar os familiares e cuidadores de idosos para uma atenção adequada, com estímulo ao envelhecimento ativo e saudável, a Prefeitura de Manaus iniciou nesta segunda-feira, 20/5, na Unidade de Saúde da Família (USF) Geraldo Magela, localizada na Rua Rio Envira, na zona Leste da capital, mais uma edição do curso informal de Cuidador de Idoso.

Na programação do curso, que se estenderá até a próxima sexta-feira, 24/5, constam noções sobre o processo de envelhecimento, as alterações normais e patológicas, que comprometem a funcionalidade da pessoa idosa, doenças próprias do envelhecimento, orientações sobre primeiros socorros, cuidados a acamados, saúde bucal e alimentação saudável.

A chefe do Núcleo de Atenção à Saúde do Idoso da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Eliny Rocha, explicou que o curso será levado a unidades de todos os Distritos de Saúde para que os conhecimentos e informações compartilhados na formação cheguem ao maior número de pessoas possível.

“Quantos mais pessoas se informarem e se sensibilizarem sobre a importância de promover condições para ter um envelhecimento saudável, melhor será para a sociedade. No curso nós destacamos cuidados que podem ser incorporados à rotina do idoso, como é o caso das atividades físicas, a importância de uma dieta balanceada e outros aspectos essenciais para um envelhecimento com qualidade de vida”, acentuou.

A Gerente de Atenção Básica do Disa Leste, gerente Marciléa Souza, explicou que a formação terá a participação de assistentes sociais que irão mostrar os direitos garantidos aos idosos, de profissionais de saúde que vão enfocar os primeiros socorros em situações de acidentes domésticos, nutricionistas que irão mostrar a importância da alimentação para a promoção da saúde.

“Nós teremos também a participação de uma delegada, que além de orientar os participantes sobre os direitos que esses idosos têm, vai falar sobre o que caracteriza situações de negligência, violência doméstica e outras formas de agressão que podem deixar as pessoas idosas em situação de vulnerabilidade”, sintetizou.

Segundo o diretor da USF Geraldo Magela, Reinaldo Freitas, a formação é uma oportunidade de orientar a comunidade sobre o papel da família e do estado na garantia dos direitos fundamentais da pessoa idosa.

“O curso traz essa contribuição importante esclarecendo como as famílias podem cuidar e manter a autonomia do idoso. É necessário o envolvimento de todos para que os idosos tenham seus direitos protegidos”, resumiu.

A decisão da autônoma Ione Arcos em fazer o curso surgiu da necessidade de conhecer como ajudar o pai que mora no interior, a preservar sua autonomia.

“Como eu não tinha informação suficiente resolvi buscar aqui no curso. Em um dia já aprendi coisas muito importantes sobre a alimentação e sobre pequenos cuidados que podem evitar acidentes. Ao descer de uma escada por exemplo, a gente precisa ter cuidado redobrado para não cair, sempre se apoiando no corrimão e de lado. Eu já vou fazer isso com ele”, destacou.

A próxima edição do Curso Informal de Cuidador de Idoso, que ofertará 50 vagas, está programada para o período de 20 a 26 na USF Pau Rosa.

* Com informações da assessoria


Siga-nos no Google News Portal CM7